A DOR | Termos técnicos, Classificação, Tratamento

Por: Dra. Giuliana Cocuroci | Texto Aprovado pelo Conselho Médico do MediFoco
Atualizado em 10/08/2012

PUBLICIDADE
Dor

 

Experiência sensorial e emocional desagradável, associada a um dano tecidual (em alguma parte do corpo) real ou potencial (que pode ser aumentada pelo pessoa, mesmo sem muita dor). A impossibilidade de comunicação verbal não exclui a possibilidade de que o indivíduo esteja tendo a dor e tenha a necessidade de tratamento ou alívio da mesma.

Termos relacionados à dor:

– Hiperestesia: aumento da sensibilidade dos estímulos, como sensibilidade cutânea (da pele) relacionados ao tato e sensações térmicas dolorosas ou não. Pode estar relacionadas tanto ao aumento quanto a diminuição do que está sentido.
– Hipoestesia: redução da sensibilidade a estímulos, exceto, sentidos da visão, olfato, audição e paladar).
– Hipoalgesia: redução da resposta e redução da sensibilidade a estímulos dolorosos.
– Hiperalgesia: aumento da resposta a estímulos dolorosos.
– Alodinia: sentir dor quando se faz um estímulo que geralmente não é doloroso.
– Disestesia: sensação desagradável e anormal que pode ser causado por alguém ou pode ser espontâneo.
– Hiperpatia: sentir uma dor anormal a movimentos repetitivos.
– Analgesia: ausência de dor em resposta a um estímulo que normalmente é doloroso.

Classificação da dor:

- PUBLICIDADE -

Aguda: se manifesta por um período curto que dura normalmente minutos a algumas semanas, associadas a lesões da pele ou de órgão causados por inflamação, infecção, machucados (trauma). Tem localização bem definidas podendo vir junto com aumento dos batimentos cardíacos (taquicardia), aumento da pressão (hipertensão arterial) e suor (sudorese).
Crônica: tem maior duração. Pode acontecer de meses a anos, mas é considerada dor crônica quando permanece por um tempo maior que 3 a 6 meses. Pode ser devido a uma lesão que já tinha sido tratada.
Recorrente: dor que tem curta duração, mas se repete várias vezes, podendo acontecer durante toda a vida da pessoa, mesmo não tendo nada específico.

A dor pode ainda ser classificada de acordo com a intensidade, o quanto a pessoa está sentindo dor. Dependendo da intensidade (leve, moderada e grave) é que será feito o tratamento. Uma avaliação inadequada da dor, pode levar ao médico a fazer um tratamento insuficiente ou inadequado.

Tratamento:

– Tratamento é feito através de medicamentos prescritos pelo médico.
– É necessário que o paciente diga com clareza onde está localizada a dor, para onde a dor vai (se irradia), quanto tempo dura e se interfere nas atividades diárias.



PUBLICIDADES


Deixe um Comentário

Antes de enviar seu Comentário, faça o cálculo abaixo: * Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.

Powered by WordPress | Designed by: Best SUV | Thanks to Toyota SUV, Ford SUV and Best Truck