ACNES – ESPINHAS | Tipos – Causas e Tratamentos

Por: Tiago Zenero | Texto Aprovado pelo Conselho Médico do MediFoco
Atualizado em 02/05/2015

PUBLICIDADE

 

A acne ou mais conhecida como “espinha” é uma inflamação na pele que ocorre geralmente pela obstrução dos folículos por sebo ou células mortas. O acúmulo de bactérias no local acaba gerando a inflamação, que pode ser dolorida e levar à formação de pus. Os locais mais propícios para a formação da acne são: o rosto, o pescoço, o peito, as costas e os ombros.

Dependendo da intensidade da acne, ela pode levar a cicatrizes profundas na pele e causar sofrimento emocional e psicológico ao paciente. Contudo, existem diversos tipos de acne e muitos tratamentos disponíveis.

Tipos de acne (espinhas)

Alguns especialistas classificam a acne em diferentes tipos, baseados na causa e na melhor forma de buscar tratamento. Os principais deles são:

– Acne do recém-nascido: presente em cerca de 20% dos bebês, ocorre graças a hormônios passados da mãe para o feto pela placenta, pouco antes do nascimento. As lesões da pele desaparecem de forma espontânea.

– Acne infantil: quando a criança de três a 16 meses apresenta índices hormonais acima do normal, podem surgir cravos e espinhas na pele, que geralmente desaparecem até os dois anos de idade.

– Acne vulgar: é o tipo mais comum e costuma aparecer em adolescentes e adultos jovens.

– Acne cística: é um tipo mais raro e também mais grave. Aparece com mais facilidade em homens jovens e caracteriza-se por espinhas grandes, difíceis de tratar e que podem deixar marcas permanentes.

– Acne fulminante: é uma forma mais grave da acne cística. Caracteriza-se por um grande número de espinhas que aparece nas costas ou no peito. Elas são tão intensas que podem causar febre e dores musculares e ósseas.

Causas e sintomas da acne (espinhas)

As causas da acne são muito variadas, mas a mais comum está relacionada aos hormônios. Por isso, na fase da puberdade e adolescência é quando os indivíduos mais costumam apresentar acne.

- PUBLICIDADE -

Altos índices hormonais, principalmente de testosterona, fazem com que as glândulas da pele produzam mais sebo, facilitando assim a obstrução dos folículos e o acúmulo de células mortas.

Outros fatores que podem facilitar a inflamação da pele e, consequentemente, o aparecimento de acnes incluem: alterações hormonais relacionadas com a gravidez e o uso de contraceptivos orais; certos medicamentos, como os corticoides, andrógenos ou a base de lítio; fatores dietéticos, incluindo ingestão excessiva de produtos lácteos e alimentos ricos em carboidratos, como pães, biscoitos e batatas fritas.

A acne se desenvolve com mais frequência na face, pescoço, peito, ombros, ou costas e pode apresentar diferentes intensidades, que determinam se ela durará alguns meses, anos ou até mesmo a vida toda.

Na maioria dos casos, ela provoca cravos e espinhas a partir da inflamação. Porém, algumas vezes, elas podem evoluir para cistos e nódulos. Essas lesões são grandes, profundas e dolorosas. Além disso, podem deixar cicatrizes na pele.

Dependendo da intensidade e quantidade das acnes, o paciente pode sofrer de baixa autoestima e, nos casos mais graves, de depressão. Tais condições necessitam tratamento psicológico junto ao tratamento da acne em si.

Tratamentos da acne (espinhas)

Os tratamentos da acne consistem basicamente em regular a oleosidade da pele, acelerar a renovação celular, combater à infecção bacteriana e reduzir a inflamação. Para isso, o dermatologista deve recomendar o medicamento mais recomendado para cada paciente, podendo indicar cremes para passar na pele ou remédios de ingestão oral.

Nos casos mais graves de acne que deixaram cicatriz, é possível recorrer a tratamentos específicos para se livrar das marcas ou, pelo menos, reduzir sua intensidade na pele. Dentre as opções, encontram-se: preenchimento facial com ácido hialurônico; peelings químicos; dermoabrasão; microdermoabrasão; laser e tratamentos de radiofrequência; microcirurgias.



PUBLICIDADES


Deixe um Comentário

Antes de enviar seu Comentário, faça o cálculo abaixo: * Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.

Medifoco - O Nosso Foco é a sua Saúde