ADENOCARCINOMA GÁSTRICO DO TIPO INTESTINAL DE LAUREN | Câncer de Estômago

Por: Dr. Eduardo Machado de Carvalho | Texto Aprovado pelo Conselho Médico do MediFoco
Atualizado em 27/03/2015

PUBLICIDADE
Câncer de estômago

 

Recebi a seguinte pergunta:

Bom, gostaria de ter informações sobre o seguinte laudo gástrico: Adenocarcinoma gástrico moderadamente diferenciado do tipo intestinal de Lauren, infiltrando superficialmente na lâmina própria. Sei que se trata de câncer no estômago, mas gostaria de saber em qual estágio se encontra.

Para saber o que é o adenocarcinoma gástrico leia nosso texto – CÂNCER DE ESTÔMAGO – ADENOCARCINOMA GÁSTRICO

Comentários sobre a pergunta:

Para iniciarmos esta explicação iremos ilustrar as camadas de tecido que o estômago possui para conhecermos a localização da estrutura chamada lâmina própria:

Histologia estômago

– Mucosa – que é constituída de epitélio (apoiada na membrana basal), lâmina própria e muscular da mucosa;
– Submucosa;
– Muscular externa;
– Serosa.

No que se diz respeito a classificação de Lauren temos 2 tipos:Estômago

Tipo intestinal: é mais comum na 7ª década de vida, maior prevalência no sexo masculino, é o tipo mais comum de câncer gástrico em países onde a incidência é alta como Brasil, Japão, Chile, Rússia. A localização mais comum é na região distal do estômago (pequena curvatura, no antro gástrico). Tem associação com nitratos (nitrosaminas), infecção pelo H. Pylori. É de melhor prognóstico quando comparado ao tipo difuso.

- PUBLICIDADE -

Tipo difuso: possui história familiar (genético), mais comum em mulheres, acomete indivíduos mais jovens comparado ao do tipo intestinal, localização do tumor é em região proximal do estômago (mais próximo ao esôfago). Até 50% dos adenocarcinomas encontrados nos EUA e em países onde a incidência do câncer gástrico é baixa são do tipo difuso.

Estágio do Tumor:

Para realizar o estadiamento do câncer são necessários exame físico e exames complementares:

No exame físico, o médico irá avaliar a presença de linfonodos (gânglios) em localizações específicas como em região supra-clavicular (linfonodo de Virchow), ao redor da cicatriz umbilical (linfonodo da Irmã Maria José), axilar (linfonodo de Irish), irá avaliar também a presença de liquido no abdome (ascite). Todos estes achados são característicos de metástases (presença do câncer em outros tecidos) e inviabiliza a cirurgia no sentido de cura do câncer gástrico.

Os exames complementares visam justamente a procura ou indícios de metástases do câncer gástrico, para isto dispomos de alguns exames:

– Tomografia de abdome e pelve, raio x de tórax;
– Exames de sangue: função e enzimas hepáticas, coagulograma.

Tratamento:

Caso tenha encontrado metástase durante o estadiamento acima explicado, o tratamento será apenas paliativo e não no sentido de obter a cura da doença.

O tratamento normalmente se dará pela ato cirúrgico, sendo este escolhido de acordo com a localização e extensão do tumor.

A remoção do tumor poderá ser realizada pela endoscopia caso estejamos diante de um câncer gástrico precoce, para isto o tumor deverá apresentar as seguintes características:

– Deverá estar limitado a mucosa, ou seja, não poderá ter invadido a submucosa;
– Não poderá ser ulcerado;
– Não poderá ter mais que 2 cm de diâmetro;
– Ser do tipo intestinal de Lauren.



PUBLICIDADES


Deixe um Comentário

Antes de enviar seu Comentário, faça o cálculo abaixo: * Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.

Powered by WordPress | Designed by: Best SUV | Thanks to Toyota SUV, Ford SUV and Best Truck