ALCOOLISMO | Diagnóstico – Intoxicação e Tratamento

Por: Tiago Zenero | Texto Aprovado pelo Conselho Médico do MediFoco
Atualizado em 27/05/2014

PUBLICIDADE
Alcoolismo

 

O alcoolismo é considerado, do ponto de vista médico, uma doença crônica, a qual afeta os aspectos comportamentais e socioeconômicos e é caracterizada pelo consumo compulsivo de álcool. Assim, progressivamente, o usuário torna-se tolerante à intoxicação da bebida e passa a desenvolver sintomas de abstinência quando ela não é provida ao consumo.

Diagnóstico:

É difícil diagnosticar quando o alcoolismo passa a ser considerado um risco para o paciente, pois a grande maioria das pessoas que consomem álcool afirma que o fazem apenas socialmente e assim não admitem o vício. Dessa forma, há algumas perguntas que todos os consumidores de bebidas alcoólicas deveriam responder.

– Você já sentiu que deveria diminuir a bebida?
– As pessoas já o irritaram quando criticaram sua bebida?
– Você já se sentiu mal ou culpado a respeito de sua bebida?
– Você já tomou bebida alcóolica pela manhã para começar o dia ou para se livrar de uma ressaca?

Existem várias outras que poderiam ser incluídas nessa lista, mas se a resposta para qualquer uma delas é positiva, significa que a bebida representa um problema na sua vida. Por tanto, é necessário procurar um profissional da saúde para que ele venha a julgar se a bebida é realmente um vício na sua vida e qual é o melhor tratamento.

Intoxicação e sintomas:

O grande problema do álcool que leva aos sintomas de uma pessoa bêbada é que ele cruza a barreira protetora que separa a circulação sanguínea do cérebro. Assim, poucos minutos após a ingestão de bebidas alcoólicas, o cérebro já está praticamente com a mesma concentração de álcool do sangue.

O nível de álcool necessário para causar sintomas varia de acordo com a pessoa. Se alguém não é acostumado a beber, essa concentração é muito mais baixa. À medida que o indivíduo passa a consumir álcool mais constantemente, ele cria certa resistência do organismo aos sintomas e, assim, uma concentração maior é necessária.

- PUBLICIDADE -

A intoxicação aguda acontece quando há consumo excessivo da droga. Assim, os sintomas podem incluir: euforia, perda das inibições sociais, comportamento expansivo (muitas vezes inadequado ao ambiente) e emotividade exagerada. Contudo, há indivíduos que desenvolvem um comportamento beligerante ou explosivamente agressivo.

Já outras pessoas não apresentam euforia, mas, pelo contrário, tornam-se sonolentas e entorpecidas, mesmo que não tenham bebido muito. Geralmente, quem apresenta tais sintomas não desenvolve o alcoolismo crônico.

Além disso, à medida que o consumo da bebida aumenta, a função do cerebelo começa a se desgastar, o que provoca: desequilíbrio, alteração da capacidade cognitiva, dificuldade crescente para a articulação da palavra, falta de coordenação motora, movimentos vagarosos ou irregulares dos olhos, visão dupla, rubor facial e taquicardia, pensamento desconexo e percepção da realidade desorganizada.

Se a ingestão não for interrompida, o indivíduo deve ainda apresentar: letargia, diminuição da frequência das batidas do coração, queda da pressão arterial, depressão respiratória e vômitos.

Tratamento:

Para iniciar qualquer tipo de tratamento do alcoolismo é preciso que, primeiramente, o indivíduo esteja consciente de que o álcool e uma droga que está lhe fazendo mal. Além disso, ele necessita saber que é muito difícil sair do vício por conta própria e, por isso, é aconselhada a procura pelo auxílio de especialistas.

O tratamento deve levar à desintoxicação do organismo, ou seja, retirar o álcool do corpo da pessoa com segurança. Ademais, medicamentos podem auxiliar o indivíduo a não voltar a consumir álcool. O aconselhamento por um psicólogo e terapias em grupo são muito importantes para a motivação do tratamento e para a recuperação.

Tais tratamentos podem ser feitos em casa ou no hospital, mas é preciso que o paciente tenha apoio familiar e de amigos e que se mantenha fiel à recuperação, sem voltar a ingerir álcool, por menor que seja a dose.



PUBLICIDADES


Deixe um Comentário

Antes de enviar seu Comentário, faça o cálculo abaixo: * Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.

Powered by WordPress | Designed by: Best SUV | Thanks to Toyota SUV, Ford SUV and Best Truck