ANEMIA FERROPRIVA | Anemia por Deficiência de Ferro

Por: Ana Carolina Carvalhal | Texto Aprovado pelo Conselho Médico do MediFoco
Atualizado em 27/09/2012

PUBLICIDADE
Hemácias

 

A anemia ferropriva ocorre em decorrência da redução dos depósitos de ferro do organismo, prejudicando a produção de hemoglobina (proteína responsável pelo transporte de oxigênio pelo corpo). Do ponto de vista hematológico o termo “anemia” significa redução da taxa de hemoglobina abaixo de 13,0 g/dl para homens e 12,0 g/dl para mulheres.

Causas:

– Prematuridade;
– Erro alimentar em lactentes;
– Gestação (aumento da demanda em pacientes com depósitos reduzidos);
– Gastrectomia (retirada de parte ou da totalidade do estômago);
Insuficiência renal crônica em hemodiálise;
– Intolerância à lactose;
– Acloridria (não produção de ácido pelo estômago);
– Perda crônica de sangue (mais comum): sangramento menstrual excessivo, parasitoses intestinais, doença péptica, hérnia de hiato, pólipo gástrico e no cólon, câncer de estômago, câncer de cólon, doença diverticular do cólon, doença de crohn, retocolite ulcerativa, hemorroidas em fase avançada, doações frequentes de sangue, perda urinária de ferro.

Sinais e Sintomas:

- PUBLICIDADE -

Fraqueza, dor nas pernas, sonolência, dispneia (falta de ar) ao esforço, palpitações, tonturas, parestesia (diminuição da sensibilidade) nas extremidades, perversão do apetite- Pica (vontade incontrolável de comer por ex. gelo, terra), déficit de aprendizado em crianças, palidez cutânea, unhas em forma de colher e quebradiças, queilite angular (inflamação no canto da boca), língua inflamada e lisa (glossite atrófica), sopro cardíaco, taquicardia aos grandes esforços, esplenomegalia (aumento do baço) leve.

Diagnóstico Diferencial:

Outras anemias microcíticas/ hipocrômicas (talassemia minor, anemia das doenças crônicas, anemia sideroblástica).

Exames Complementares:

Hemograma (hipocromia e microcitose, poiquilocitose, plaquetas normais, elevadas ou diminuídas, RDW elevado); ferro sérico (diminuído); transferrina sérica( elevada); capacidade total de ligação do ferro (aumentada); índice de saturação da transferrina (diminuído); ferritina sérica (diminuída).

Tratamento:

– Encontrar a causa da deficiência de ferro e tratá-la;
– Aumentar a ingestão de alimentos contendo ferro (carne vermelha, fígado, feijão, vegetais verdes).

Medicamentos com ferro elementar; o ferro é mais bem absorvido com estômago vazio ( 1 hora antes ou 2 horas após as refeições) e de preferência com ingestão de substâncias ácidas como o suco de laranja e limão.



PUBLICIDADES


Deixe um Comentário

Antes de enviar seu Comentário, faça o cálculo abaixo: * Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.

Powered by WordPress | Designed by: Best SUV | Thanks to Toyota SUV, Ford SUV and Best Truck