BULIMIA NERVOSA

Por: Cássia Rocha | Texto Aprovado pelo Conselho Médico do MediFoco
Atualizado em 07/04/2015

PUBLICIDADE
Bulimia

 

A bulimia nervosa, ou simplesmente bulimia, é um transtorno alimentar devastador para o portador e também para a família. A pessoa bulímica alterna episódios de compulsão alimentar seguidos de indução do vômito.

Às vezes pode ser difícil confirmar o diagnóstico, pois os sintomas não são tão evidentes quanto na anorexia, quando a pessoa praticamente pára de se alimentar e perde muito peso, ficando assustadoramente magra. No caso da bulimia, podemos observar que a pessoa come em excesso e apesar disso não aparenta ganho de peso.

Causas da Bulimia

A bulimia atinge principalmente garotas e jovens mulheres. Sua origem costuma ser psicológica, devido a uma autoestima baixa e à pressão da sociedade quanto ao ideal do corpo perfeito. A vítima dessa condição passa a ter uma autoimagem distorcida, na maioria das vezes se vendo maior do que realmente é.

Sintomas da Bulimia

Se você percebe em si mesmo/a ou em alguém próximo algum ou vários dos sintomas e comportamentos abaixo, procure imediatamente um médico:

– vai ao banheiro imediatamente após ingerir qualquer quantidade de alimento, seja uma refeição principal ou não (para os que estão preocupados com alguém: pode ser indicativo de que a pessoa está induzindo o vômito);
– preocupação excessiva com a aparência e principalmente com o peso;
– come em excesso, até não aguentar mais;
– usa laxantes frequentemente;
ansiedade excessiva.

Consequências da Bulimia

- PUBLICIDADE -

A bulimia pode ter consequências terríveis para a vítima e todos ao redor dela. Fisicamente, ela pode ter lesões graves no esôfago devido ao excesso de vômito, pancreatite, desidratação, cáries e constipação (intestino preso). Psicologicamente, o quadro pode levar à depressão, à distorção extrema da autoimagem e à automutilação.

Para os familiares e amigos, torna-se difícil a convivência, pois muitos não sabem como lidar com o problema e acabam se afastando. Para os mais próximos é muito dolorido ver alguém querido sofrer tanto.

Tratamento da Bulimia

Se você é portador desse distúrbio e gostaria de se tratar, já é um grande passo. Saiba que existe cura para esse mal. Se você gostaria de ajudar alguém que está sofrendo dessa doença, não force e a situação e nem critique, pois pode agravar o problema. Procure conversar calmamente para que a própria pessoa queira consultar um médico, e aí sim se ofereça para acompanhá-la na consulta.

O profissional irá tratar os problemas físicos decorrentes do transtorno, mas o maior tratamento será o psicológico, para que o paciente entenda que deve amar e respeitar seu corpo independente do peso ou de padrões absurdos impostos pela mídia.

Prevenção da Bulimia

A prevenção é totalmente psicológica, ou seja, devemos manter nosso foco em estarmos saudáveis, comermos e nos exercitarmos moderadamente. Nunca devemos nos comparar a modelos irreais.

Com relação às crianças, devemos orientá-las desde pequenas, mostrando que não existe um padrão de beleza, que as pessoas são diferentes, e ensiná-las a não levar em consideração o que a mídia e a sociedade em geral impõem como ideal. Devemos estimulá-las a se exercitar e a comer corretamente sim, mas não para serem perfeitas e sim para serem saudáveis ao longo de toda a vida.



PUBLICIDADES


Deixe um Comentário

Antes de enviar seu Comentário, faça o cálculo abaixo: * Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.

Powered by WordPress | Designed by: Best SUV | Thanks to Toyota SUV, Ford SUV and Best Truck