CÂIMBRAS | Causas – Prevenção – Tratamento

Por: Iramar Greco | Texto Aprovado pelo Conselho Médico do MediFoco
Atualizado em 22/03/2016

PUBLICIDADE
Câimbras

 

Ela chega sem aviso e pode atingir qualquer pessoa, a qualquer hora. De repente, uma dor intensa atinge um ou mais músculos; acontece durante a prática de exercícios ou esportes, andando, parado, sentado ou dormindo. Pois é, a câimbra, além de dolorosa, é súbita e imprevisível.

Essas contrações involuntárias ocorrem na chamada musculatura estriada e atingem, especialmente, pernas e pés. Vem em espasmos, tornam visíveis os músculos e tendões contraídos e podem durar alguns segundos ou longos minutos. Para acabar com ela só tem um jeito: usar as mãos e reverter a contração com força.

As câimbras são mais comuns em adultos do que crianças e se tornam mais frequentes à medida que a idade avança. Acredita-se que cerca de 95% por cento da população mundial já teve, ou terá, câimbras em algum momento da vida.

Todos os músculos de controle voluntário, aqueles que contraem e relaxam de acordo com a nossa vontade, podem provocar câimbras; mas os grupos musculares onde elas mais ocorrem são a panturrilha (a batata da perna), os anteriores e posteriores da coxa, pés, mãos, pescoço e abdômen.

Causas das câimbras:  

A ocorrência de câimbras ainda não tem uma causa definida. Normalmente está associada à prática esportiva intensa e a determinadas profissões que utilizam muito um determinado grupo muscular (digitar, escrever, usar ferramentas em uma mesma posição por muito tempo). Nesses casos, dura pouco e melhora com um alongamento. Mas, se for muito frequente, em vários grupos musculares e sem relação com esforço físico, é bom procurar ajuda médica porque a causa pode estar relacionada a um problema endócrino, neurológico ou metabólico.

- PUBLICIDADE -

Em geral, as causas mais comuns para o aparecimento dessa dolorida contração muscular são:

  • excesso de uso de uma determinada musculatura;
  • períodos longos de inatividade;
  • desidratação;
  • tensão muscular;
  • temperaturas baixas;
  • má circulação;
  • falta de sais minerais (potássio, cálcio ou magnésio).

Como evitar as câimbras:

A câimbra não tem cura, mas algumas medidas simples podem prevenir o aparecimento do desconforto. São elas:

  • tomar bastante líquidos para manter o corpo bem hidratado, antes, durante e depois da pratica de exercícios ou esportes;
  • fazer alongamentos antes e depois da atividade física; se as câimbras são noturnas, alongar os músculos antes de deitar;
  • manter uma alimentação balanceada e que contenha frutas, legumes e verduras, fontes naturais de vitaminas e sais minerais;
  • evitar o consumo exagerado de bebidas alcoólicas.

Como tratar as câimbras:

Em geral, as câimbras duram pouco e desaparecem espontaneamente. Mas, para amenizar a dor durante a crise bastam algumas medidas bem simples. Uma delas é alongar o músculo na direção contrária à contração até que o espasmo termine e, depois, massagear a região com movimentos circulares e vigorosos. Outra opção é usar uma compressa quente no local porque o calor relaxa os músculos.



PUBLICIDADES


Deixe um Comentário

Antes de enviar seu Comentário, faça o cálculo abaixo: * Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.

Powered by WordPress | Designed by: Best SUV | Thanks to Toyota SUV, Ford SUV and Best Truck