COMO TER UMA ALIMENTAÇÃO SAUDÁVEL NA GRAVIDEZ

Por: Tiago Zenero | Texto Aprovado pelo Conselho Médico do MediFoco
Atualizado em 12/02/2015

PUBLICIDADE
Alimentação na gravidez

 

Uma boa alimentação durante a gravidez é fundamental. Porém, a mulher que deseja engravidar deve começar a se preparar desde antes do início da gestação, com uma boa nutrição, geralmente acompanhada de multivitamínico, o qual tem ácido fólico.

Antes de engravidar, a mulher deve procurar o médico para que ele lhe indique como deve ser o processo pré-gravidez, e quais alimentos são benéficos e auxiliam para uma boa gestação.

A ingestão de alimentos errados, como queijo feito a partir de leite não pasteurizado ou carne crua ou mal cozida, pode levar a uma infecção ou mesmo resultar em um aborto. O excesso de vitamina A também pode ser prejudicial, por exemplo, e causar defeitos congênitos ao bebê.

Que alimentos comer?

A dieta ideal depende de cada mulher e, por isso, o médico especialista deve ser consultado para instruí-la. Mesmo assim, há alguns alimentos que podem sempre ser consumidos na medida certa.

Muitas frutas frescas, vegetais e grãos integrais, além de alguns produtos lácteos de baixo teor de gordura são sempre bem vindos. Fora isso, é essencial consumir algumas fontes de proteína, como carne, peixe, ovos, ervilhas ou feijão seco. A ingestão do cálcio também é importante, então se a mulher não consome alimentos lácteos por gosto ou por alguma alergia, o cálcio precisa ser obtido de outras fontes.

Os vegetarianos podem ter algum déficit de proteínas ou nutrientes encontrados na carne. Assim, é fundamental buscar o auxílio de um nutricionista para balancear corretamente a alimentação para ela e para o bebê.

Como preparar os alimentos?

É essencial que os alimentos sejam preparados de uma maneira que evite a contaminação por germes, pois qualquer infecção na gestação pode ser prejudicial tanto para a saúde da mãe quanto para a do bebê.

- PUBLICIDADE -

Algumas dicas para evitar os germes na comida são: lavar bem as mãos com água e sabão antes de manusear alimentos; certificar-se de cozinhar totalmente peixe, frango, carne e ovos; lavar frutas e vegetais frescos sob muita água corrente antes de comê-los; lavar as mãos e tudo o que tocou a carne crua ou carnes frias com água quente e sabão, incluindo bancadas, tábuas de corte, facas e colheres.

Alguns alimentos que acumulam germes muito facilmente e não devem ser consumidos são: brotos, que incluem alfafa, trevo, rabanete e feijão; ou leite, queijo e o suco que não tenham sido pasteurizados.

Alimentos que devem ser evitados

Se alguns alimentos necessitam cuidado no manuseio para serem ingeridos, há outros que devem ser completamente evitados durante o período de gestação.

Apesar dos peixes conterem muitos nutrientes importantes para a gestante, alguns deles devem ser evitados, pois podem conter muito mercúrio, são esses: o tubarão, o espadarte e o cavala, entre outros. O mercúrio pode impedir o desenvolvimento do cérebro do bebê. Demais peixes, que contenham menor quantidade de mercúrio, podem ser consumidos moderadamente, ou seja, até duas vezes por semana. Esses peixes incluem: camarão, atum enlatado, salmão e bagres. Para o consumo de outros peixes, principalmente os provenientes de rios e lagos, as mulheres devem consultar o médico.

O álcool deve ser evitado completamente, pois pequenas doses já são suficientes para prejudicar o desenvolvimento do feto. Já a cafeína deve ser controlada, não ultrapassando duas xícaras de café por dia. Refrigerantes de cola e chá também possuem cafeína, porém em menor quantidade que o café. Mesmo assim, eles devem ser consumidos moderadamente.



PUBLICIDADES


Deixe um Comentário

Antes de enviar seu Comentário, faça o cálculo abaixo: * Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.

Powered by WordPress | Designed by: Best SUV | Thanks to Toyota SUV, Ford SUV and Best Truck