CUIDADOS NA SALA DE PARTO – ASSISTÊNCIA AO RECÉM-NASCIDO

Por: Marina Zanetti | Texto Aprovado pelo Conselho Médico do MediFoco
Atualizado em 17/04/2014

PUBLICIDADE
Cuidados na sala de parto

 

Este texto tem a intenção de mostrar às mães o que ocorre na sala de parto, logo após o nascimento de seu filho.

O mais importante ao nascimento é saber se o recém-nascido tem boa vitalidade ou não, já que quando este não tem boa vitalidade a assistência muda radicalmente, sendo necessárias manobras particulares para cada caso.

Para saber se o recém-nascido tem boa vitalidade os médicos e enfermeiros se atentam a quatro itens:

    – Idade Gestacional, que deve ser entre 37 e 41 semanas;
    – Líquido amniótico deve estar claro;
    – O recém-nascido deve estar chorando ou respirando;
    – O tônus muscular do bebê deve estar bom, com seus membros fletidos.

    Quando a resposta é sim para todos estes questionamentos é então realizado os cuidados com o bebê saudável na sala de parto, sendo eles:

    - PUBLICIDADE -

      Laqueadura do cordão umbilical: é realizado o clamp (um corte) no cordão umbilical, este é realizado, deixando-se aproximadamente dois centímetros de cordão, e ainda é utilizado álcool etílico 70% ou clorexidina alcoólica 0,5%. O ideal é que este seja realizado de 1 a 3 minutos após o nascimento.
      – É realizada a prevenção de problemas oculares no bebê (oftalmia gonocócica), aplicando-se uma gota de nitrato de prata 1% nos olhos do bebê, por isso os recém-nascidos aparentam apresentar conjutivite, mas é normal.
      – È feito também a pesagem e medição da criança, com todos os dados anotados em seu cartão.
      – Também aplica-se uma “vacina”, de vitamina K, para evitar que o recém-nascido apresente hemorragias.
      – Ao mesmo tempo é coletado sangue do cordão umbilical da criança e sangue da mãe para detecção do tipo sanguíneo de ambos e ainda realização de exames para sífilis e HIV.
      – Por fim é realizado a identificação do bebê, com a colocação de pulseiras na mãe e na criança, contendo o nome da mãe, o registro hospitalar, a data e hora do nascimento e ainda o sexo do recém-nascido.

      É importante lembrar, que estes são passos que a Sociedade de  Pediatria preza para que aconteça na sala de Parto, porém nem todos os hospital agem desta forma, cada um apresenta suas particularidades, devido às condições do bebê ou mesmo por questões internas hospitalares ou preferência dos médicos.



PUBLICIDADES


Deixe um Comentário

Antes de enviar seu Comentário, faça o cálculo abaixo: * Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.

Powered by WordPress | Designed by: Best SUV | Thanks to Toyota SUV, Ford SUV and Best Truck