DIARRÉIA EM CRIANÇAS E BEBÊS

Por: Marina Zanetti | Texto Aprovado pelo Conselho Médico do MediFoco
Atualizado em 22/02/2013

PUBLICIDADE
Diarréia na criança

 

Diarréia é um termo utilizado para definir a perda de água excessiva através das fezes, e juntamente com água perde-se também eletrólitos, ambos essenciais para o equilíbrio hidroeletrolítico do corpo humano.

A diarréia pode ser reconhecida através do aumento do volume e da freqüência de evacuações e da diminuição da sua consistência, tornando-se mais liquefeita, e é justamente através destes sintomas que o médico faz o diagnóstico, principalmente em crianças pequenas que são alimentados exclusivamente por leite materno e já possuem como padrão normal as fezes pastosas e mais numerosas.

Diarréia é definida como a ocorrência de três ou mais evacuações amolecidas dentro de 24 horas, porém quando se fala em crianças amamentadas exclusivamente por leite materno, a diarréia pode aparecer como fezes liquefeitas cerca de oito a dez vezes por dia, após cada mamada.

As diarréia que acometem o intestino delgado (intestino fino) tendem a ser mais volumosas, enquanto aquelas que acometem intestino grosso tendem a produzir menor volume.

Sempre que houver um desequilíbrio entre absorção e secreção de solutos no sistema gastrointestinal do bebê, haverá diarréia.

Principais causas de diarréia em diferentes idades:

– Lactentes (bebês que são amamentados):Lactentes

- PUBLICIDADE -

– Gastroenterite infecciosa (infecção do sistema gastrointestinal);
– Superalimentação: amamentação exagerada;
– Antibióticos;
– Infecção sistêmica.

– Pré-escolares e Escolares:

– Gastroenterite infecciosa;
– Intoxicação alimentar;
– Infecção sistêmica;
– Antibióticos.

– Adolescentes:Diarréia

– Gastroenterite infecciosa;
– Intoxicação alimentar;
– Antibióticos;
Hipertireoidismo.

Uma grave conseqüência das diarréias é a desidratação, que é muito mais comum em crianças e idosos do que em adultos e alguns dos principais sintomas da desidratação estão listados abaixo:

– Déficit do peso: crianças desidratadas podem chegar a perder até 10% de seu peso usual;
– Sede;
– Aumento da freqüência cardíaca (número de vezes que o coração bate por minuto);
– Olhos tornam-se cada vez mais fundos conforme se agrava o estado de desidratação da criança;
– Lágrimas podem tornar-se diminuídas ou até ausentes quando desidratação em estado grave;
– Boca e língua tornam-se ressecadas;
– Urina torna-se diminuída e até ausente quando desidratação grave.



PUBLICIDADES


Deixe um Comentário

Antes de enviar seu Comentário, faça o cálculo abaixo: * Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.

Powered by WordPress | Designed by: Best SUV | Thanks to Toyota SUV, Ford SUV and Best Truck