DISPEPSIA FUNCIONAL | Má Digestão – Desconforto após Alimentação

Por: Dra. Natália dos Santos Rocha | Texto Aprovado pelo Conselho Médico do MediFoco
Atualizado em 09/11/2012

PUBLICIDADE
Dispepsia

 

Dispepsia funcional é uma síndrome, isto é, um conjunto de sinais e sintomas que ocorre na parte de cima do abdome (andar superior) pelo menos por 12 semanas seja consecutivo ou não ou que tenha ocorrido nos últimos 12 meses, sem nenhuma doença detectada no organismo.

Os principais sinais e sintomas são:

Dor ou queimação na boca do estômago;
– Sensação de barriga muito cheia após alimentação;
– Saciedade precoce;
– Náuseas e vômitos;
– Eructações (eliminação de gases pela boca);
– Empachamento.

A causa para esta síndrome ainda não é bem definida, porém existem múltiplos fatores envolvidos como:

– Vesícula preguiçosa (distúrbio na motilidade digestiva);
– Alteração na sensibilidade visceral (sente mais dor que outras pessoas);
– Desregulação no sistema nervoso entérico;
Gastrite resultante da inflamação pelo Helicobacter Pylori;
– Fatores psicossociais.

Os fatores de risco que contribuem para dispepsia são: ansiedade, depressão, hábitos alimentares inadequados, Infecção pelo H.Pylori (controverso).

- PUBLICIDADE -

Diagnóstico:

Para o diagnóstico correto são necessários os dados clínicos associados a exames complementares como endoscopia digestiva alta, exames laboratorias, exame de fezes, pesquisa de H.Pylori, ultrassonografia abdominal, para excluir doenças orgânicas, sistêmicas ou metabólicas.

Os critérios diagnósticos ROMA III incluem:

A Presença de 1 ou mais dos seguintes sintomas nos últimos 3 meses e com inicio há pelo menos 6 meses, porém com ausência de evidência de doença orgânica:

– Plenitude pós-prandial (Sensação de barriga cheia após alimentação);
– Saciedade precoce;
– Dor epigástrica (na boca do estomago);
– Queimação epigástrica.

Sinais de Alarme:

Devemos sempre ficar atentos para os sinais de alarme: perda de peso, dificuldade para engolir, sangramentos, anemia, massa palpável, mudança no padrão dos sintomas, história familiar de câncer no estômago, pois existem outras doenças que podem dar sintomas parecidos com os da dispepsia.

Tratamento:

O tratamento é feito após confirmação da ausência de doenças orgânicas de forma individualizada e com uso sintomáticos. Além do uso de medicação específica como pró-cinéticos, inibidores da acidez, antidepressivos e outros medicamentos que atuam no sistema nervoso pode ser necessário realização de psicoterapia e erradicação do H.Pylori. É fundamental dieta e mudança no estilo de vida sempre.



PUBLICIDADES


One Response para o texto: “DISPEPSIA FUNCIONAL | Má Digestão – Desconforto após Alimentação”

  1. Caroline Ribeiro disse:

    Olá! Em menos de 1 mês apresentei 2x sinais e sintomas de uma gastrite e até fiquei internada da primeira vez pensando ser uma intoxicação alimentar, mas dessa última vez minhas dores e sintomas foram bem mais acentuados, o que levou ao médico pedir exames como endoscopia e ultrasson, foi então que descobri que estou com Dispepsia Funcional por conta de uma gastrite e vesícula preguiçosa. O que eu gostaria mesmo de saber é se é possível um tratamento por meio apenas da alimentação, sem remédios caros e que só me intoxicariam ainda mais. Obrigada!

Deixe um Comentário

Antes de enviar seu Comentário, faça o cálculo abaixo: * Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.

Powered by WordPress | Designed by: Best SUV | Thanks to Toyota SUV, Ford SUV and Best Truck