DOR DE GARGANTA – As principais causas e como evitá-la

Por: Tiago Zenero | Texto Aprovado pelo Conselho Médico do MediFoco
Atualizado em 23/09/2015

PUBLICIDADE
Dor de garganta

 

Dor de garganta, apesar de ser um sintoma bastante doloroso, é bem comum em inúmeros pacientes. A maioria dos casos indica alguma doença ou inflamação leve, mas as causas são muito variadas. Geralmente, não é preciso tratamento médico ou o uso de anti-inflamatório pode ser suficiente para resolver a questão; porém, há casos em que a inflamação pode ser algo mais grave e, portanto, a ajuda de um especialista é fundamental.

CausasResfriado

A principal causa de dor na garganta é a infecção viral que normalmente está associada ao resfriado ou gripe. Por ser um sintoma muito comum de diversas doenças, a dor na garganta tem inúmeras causas. Dentre elas, algumas mais comuns incluem: gripe ou resfriado, laringite, amidalite, faringite, mononucleose, parotidite infecciosa, herpangina, faringoamigdalite, dentre outras.

Contudo, uma das causas que merece maior atenção são as de infecções bacterianas. É comum nos sintomas dessas infecções a presença de aftas na boca e pus na garganta, na faringe, amígdala, epiglote, ou na região infeccionada.

Em alguns casos mais raros, doenças sexualmente transmissíveis, como a gonorreia e a clamídia, podem ocasionar dor de garganta.

Se a dor na garganta permanecer por mais de uma semana, o problema pode ser alguma substância irritante ou mesmo uma lesão. Fatores ambientais podem contribuir para o sintoma da dor na garganta persistir, como baixa umidade, contato com fumaça de cigarro ou tabaco, poluição do ar ou contato com ambientes que contenham muita sujeira e bactérias para a garganta. Alguns hábitos também devem ser considerados nesses casos, os mais danosos incluem forçar a voz de forma exagerada e respirar constantemente pela boca.

- PUBLICIDADE -

Refluxo de ácido estomacal para a garganta, azia, tosse contínua, algum machucado físico como um corte causado ao engolir algo pontiagudo e síndrome da fadiga crônica, uma doença que provoca cansaço extremo, também são algumas causas que podem levar à dor de garganta.

Tratamento e prevenção

Para determinar o tratamento da dor de garganta, é fundamental saber a causa. Se a dor for causada por um vírus, por exemplo, o uso de antibióticos não fará efeito, já que esse apenas atinge bactérias.

Há muitos pacientes que optam por tratamentos naturais, como a ingestão de mel, própolis, maçã com mel, gengibre, limão ou papaína. É importante ressaltar que esses ingredientes são apenas paliativos e, assim, não tratam diretamente a raiz do problema.

Para aqueles que preferirem a ingestão de medicamentos, é fundamental que o médico ou especialista faça o diagnóstico e possa, então, prescrever o remédio adequado. Dentre os mais utilizados, estão: azitromicina, dipirona, ibuprofeno, nimesulida e paracetamol.

A melhor maneira de combater a dor de garganta, contudo, é por meio de medidas preventivas, para evitar ou, pelo menos, minimizar o sintoma.

Dentre as ações cotidianas que todos podem adotar, destacam-se para a prevenção da dor de garganta: lavar as mãos com frequência, especialmente quando após o contato com pessoas doentes ou com grandes aglomerações; manter distância de agentes irritantes, como cigarro e poluição; não forçar a voz; não respirar pela boca; não fumar ou utilizar outros produtos de tabaco e evitar a exposição ao fumo passivo; evitar o contato com pessoas que tenham infecções na garganta; cuidar do nariz entupido com o uso de descongestionantes receitados pelo seu médico ou realizando a lavagem do nariz; tomar cuidado com a troca de temperatura ambiente; beber muita água par evitar a desidratação.



PUBLICIDADES


Deixe um Comentário

Antes de enviar seu Comentário, faça o cálculo abaixo: * Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.

Powered by WordPress | Designed by: Best SUV | Thanks to Toyota SUV, Ford SUV and Best Truck