ESPIRROS | Como e por que acontecem?

Por: Tiago Zenero | Texto Aprovado pelo Conselho Médico do MediFoco
Atualizado em 23/10/2014

PUBLICIDADE
Espirro

 

Quando alguma substância estranha entra no nosso organismo, o nosso corpo tenta expulsá-la de alguma forma. Se tal substância atingir o sistema respiratório, o espirro é uma maneira de tentar se livrar dela.

O processo começa quando um nervo craniano responsável pelas sensações e controle motor da face, chamado de trigêmio, identifica a substância e transfere a informação ao cérebro. Assim, esse órgão fará com que os músculos das costas e do abdômen se contraiam, provocando uma saída violenta de ar: o espirro.

Causa

O espirro é causado por uma irritação nasal, por bloqueio bacteriano na garganta, pulmões ou nariz. As principais substâncias que são estranhas ao sistema respiratório e causam o espirro são: poeira, vírus, pólen, pimenta, fumaça, pelos de animais, partículas em geral.

Geralmente o espirro acontece quando o organismo é exposto a ambientes sujos, empoeirados ou com perfumes em excesso. Isso acontece porque ele é um mecanismo de defesa para que o corpo consiga expelir a substância que incomoda o sistema respiratório.

Quando estamos resfriados, o espirro é uma tentativa para que o organismo se livre do catarro que está preso nos pulmões e, assim, melhore o desempenho do sistema respiratório.

Como acontece o espirro dentro do organismo

- PUBLICIDADE -

Quando uma irritação nas vias nasais estimula o espirro, os impulsos passam do quinto par craniano para o bulbo, órgão responsável por desencadear o reflexo. Primeiramente, até 2,5 litros de ar são inspirados, depois a epiglote se fecha junto com as cordas vocais, aprisionando o ar nos pulmões. Logo em seguida, começam as contrações dos músculos abdominais, os quais contraem o diafragma, aumentando a pressão intrapulmonar. Para concluir, as cordas vocais e a epiglote se abrem bruscamente, o que causa a explosão do ar para o meio externo. Ao mesmo tempo, a úvula é deprimida, o que faz com que uma grande quantidade de ar passe rapidamente pelo nariz, limpando assim as vias nasais de qualquer substância estranha.

Curiosidades sobre o espirro

O nervo trigêmio, responsável pelo espirro, fica localizado bem próximo ao nervo óptico. Isso acaba fazendo algumas conexões entre esses dois nervos. Assim, é comum que algumas pessoas sintam vontade de espirram quando olham para a luz. Outro efeito de tal proximidade é que nunca conseguimos manter as pálpebras abertas enquanto espirramos.

O espirro sai do organismo, em média, entre 48 e 56 quilômetros por hora, mas pode chegar até a 150 quilômetros por hora. Além disso, geralmente eles atingem 1,5 m de raio, mas podem chegar até a 9 metros.

Reprimir um espirro é extremamente prejudicial e pode trazer consequências muito graves ao organismo graças à alta pressão intracraniana, intratoráxica e intra-abdominal. Dentre as lesões, o paciente pode ter problemas no nervo óptico ou na retina, além de provocar cefaleias, hemorragias oculares, ruptura do tímpano ou lesão no ouvido interno, o que resulta em vertigem ou perda auditiva, enfraquecimento dos vasos sanguíneos no cérebro e até mesmo ruptura desses, levando a um AVC.



PUBLICIDADES


Deixe um Comentário

Antes de enviar seu Comentário, faça o cálculo abaixo: * Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.

Powered by WordPress | Designed by: Best SUV | Thanks to Toyota SUV, Ford SUV and Best Truck