FEBRE AMARELA | Sintomas e Informações

Por: Dra. Natália dos Santos Rocha | Texto Aprovado pelo Conselho Médico do MediFoco
Atualizado em 17/01/2013

PUBLICIDADE
Febre Amarela

 

É uma doença causada por um arbovírus do gênero flavivírus. A transmissão ocorre pela picada do mosquito Aedes Aegypti na forma urbana e Haemagogus na forma silvestre quando contaminados. O reservatório da febre amarela urbana é o homem, um hospedeiro acidental, e o reservatório da febre amarela silvestre é o macaco.

Sinais e Sintomas:

A evolução da doença se dá em 5 períodos:

Período de incubação: vai do momento em que é picado pelo mosquito até o aparecimento dos primeiros sintomas. Dura de 3 a 6 dias
Período de infecção: abruptamente surgem febre alta em torno de 39 graus celsius, calafrios, dores fortes na região lombar, dor de cabeça, dor muscular, náusea e tontura. Crianças pequenas podem apresentar convulsões. Freqüência cardíaca diminui (Sinal de Faget), aparece a icterícia, que são olhos amarelos em 48 a 72h desde o inicio dos sintomas. Esse período dura de 3 a 4 dias.
Período de remissão: nessa fase ou a infecção regride definitivamente ou tem uma piora do quadro com risco de morte ao paciente.
Período de Intoxicação: se a doença não tiver a cura no período de remissão , iniciam os seguintes sintomas – febre com calafrios, vômitos, dores musculares mais intensas, desconforto abdominal, icterícia progressiva, hemorragias, insuficiência renal, acometimento do músculo do coração e do tecido cerebral. A morte costuma ocorrer de 7 a 10 dias após o inicio dos sintomas desta fase.
Período de convalescência: se o paciente sobreviver a fase de intoxicação em media após 18 dias ocorre prurido intenso (coceira) náuseas, alteração do transito intestinal, arritmias cardíacas, fraqueza muscular e cansaço. Em 6 meses aproximadamente o paciente esta totalmente recuperado e sem seqüelas.

- PUBLICIDADE -

Diagnóstico:

Para o diagnóstico deve-se colher uma história detalhada dos sintomas e de viagens a áreas endêmicas e alguns exames complementares onde os mesmos estarão com alterações que vão sugerir a doença. Entre eles, cultura, exame sorológico e detecção de antígeno.

O tratamento é mais difícil, pois por se tratar de vírus não existe um tratamento específico, porém devemos manter a hidratação e usar medicação sintomática. Pode ser necessário em casos mais graves de transfusão sanguínea e diálise.

Prevenção:

Existe prevenção para Febre Amarela? Sim. São elas:

– Saneamento ambiental e educação sanitária;
– Destruição de criadouros do Aedes Aegypti;
– Uso de telas nas janelas e repelentes;
Vacinação contra a febre amarela – dose única que protege por 10 anos!

Não Esquecer! Essa é uma doença de notificação OBRIGATORIA!!



PUBLICIDADES


Deixe um Comentário

Antes de enviar seu Comentário, faça o cálculo abaixo: * Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.

Powered by WordPress | Designed by: Best SUV | Thanks to Toyota SUV, Ford SUV and Best Truck