FIBROMIALGIA | Sintomas, Diagnóstico, Tratamento

Por: Dr. Leandro Moreira | Texto Aprovado pelo Conselho Médico do MediFoco
Atualizado em 06/05/2012

PUBLICIDADE
Fibromialgia

 

A Fibromialgia é um distúrbio complexo, crônico e pode se tornar incapacitante, causando dor disseminada e rigidez nos músculos, tendões e ligamentos, além de provocar insônia e fadiga.

 

 

 

 

 

 

Causa:

É desconhecida, mas existem alguns problemas de saúde que estão geralmente associados à fibromialgia:

Ansiedade
Depressão
– Dor muscular
– Síndrome pré-menstrual
– Cefaléia crônica (dor de cabeça)
– Dormência e formigamento pelo corpo
– Síndrome do intestino irritável
– Mioclonia noturna (mover as pernas involuntariamente durante o sono)

Fatores de Risco:

Aumenta a sua chance de ter fibromialgia.

– Mulher entre 20 e 60 anos
– Trauma físico (acidente, lesão ou doença grave)
– Pessoa estressada fisicamente ou mentalmente

Sintomas:

– Insônia
– Cansaço ou fadiga generalizada
– Espasmos ou rigidez muscular
– Resistência física diminuída
– Dores generalizadas (em músculos, tendões e ligamentos)
– Sensações de dormência ou inchaço (embora nem sempre estejam presentes)
– Rigidez pela manhã, que piora ao se levantar

Principalmente dor em áreas específicas do corpo como:

– Pescoço
– Ombros
– Tórax
– Costas (cervical e lombar)
– Quadris e coxas

Existem fatores que podem iniciar ou piorar os sintomas:

Estresse
– Ansiedade
– Cirurgia
– Esforço físico excessivo
– Mudanças climáticas (principalmente o frio)

- PUBLICIDADE -

Pontos de gatilho da Fibromialgia

Diagnóstico:

Não há exames específicos para o diagnóstico de fibromialgia. O médico fará a anamnese (interrogatório), exame físico e verificará os seguintes sinais:

– Dor disseminada pelo corpo que dura três ou mais meses
– Se tiver aumento da sensibilidade e/ou dor (ao exame físico) em 11 ou mais dos 18 pontos específicos para a fibromialgia, e excluindo outras doenças, fecha o diagnóstico da patologia em questão
– Quanto mais pontos acometidos no corpo, aumenta a suspeição do diagnóstico para a fibromialgia

Tratamento:

Objetivo do tratamento é aliviar ou controlar os sintomas.

Fisioterapia e terapia comportamental:

– Aplicação de calor nas áreas doloridas
– Fisioterapia (com exercícios de alongamento)
– Massagem, acupuntura e práticas de relaxamento podem ajudar

Mudanças no estilo de vida:

– Ter uma dieta saudável
– Aprender a lidar com o estresse físico e mental
– Manter um horário de sono regular
– Realizar exercícios leves que não causem esforço às áreas doloridas, como:

– Caminhada
– Ciclismo
– Natação, de preferência em água aquecida

– Terapia farmacológica com: analgésicos e antidepressivos podem ser úteis

Prevenção:

Como a causa é desconhecida, não há medidas para impedir a fibromialgia.



PUBLICIDADES


One Response para o texto: “FIBROMIALGIA | Sintomas, Diagnóstico, Tratamento”

  1. maria do carmo disse:

    Sou portadora de fibromialgia há mais de 13 anos. Nunca tratei seriamente a doença. Como agora eu estou me sentindo bem mais dolorida, resolvi encarar um tratamento. Dúvidas: 1) os antinflamatórios engorgam? 2) mesmo sem ter depressão, eu preciso fazer uso de antidepressivos? 3) preciso abrir mão de uma cervejinha no final de semana, fazendo uso dos medicamentos? 4) terei que tomar remédios para sempre? 5) como fortalecer meus músculos, considerando que atividades rotineiras estão me cansando de maneira extraordinária? ou devo evitar tais atividades? Obrigada pela oportunidade. Abraços.

Deixe um Comentário

Antes de enviar seu Comentário, faça o cálculo abaixo: * Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.

Powered by WordPress | Designed by: Best SUV | Thanks to Toyota SUV, Ford SUV and Best Truck