GINECOMASTIA – FIBROADENOMA – TUMOR FILÓIDE – PAPILOMA | Doenças da Mama

Por: Lara Amorim Davila Prottes | Texto Aprovado pelo Conselho Médico do MediFoco
Atualizado em 26/09/2012

PUBLICIDADE
Doenças da mama

 

Os distúrbios que acometem as mamas são muito prevalentes, podendo ser ele: congênito, funcional e até neoplasias malignas.

Embora o número crescente dos casos de Câncer de mama, as alterações benignas (congênitas, inflamatórias, e proliferativas) ainda representam um grupo de desordens mais frequentemente encontrado na prática clinica.  A queixa de dor mamária está presente em cerca de 70% das mulheres entre 17-45 anos.

Ginecomastia

1 – Ginecomastia:

Crescimento anormal do tecido da mama em pacientes do sexo masculino. Esse evento ocorre de forma fisiológica na puberdade e no idoso.  Algumas drogas também podem levar a Ginecomastia, como os Digitálicos, esteroides anabolizantes, e espironolactona e outras medicações.

Essa alteração pode ser causada também por algumas doenças crônicas como a insuficiência renal crônica, cirrose hepática, e desnutrição. Isso ocorre porque nessas patologias há um excesso de estrogênio que induz o crescimento do tecido mamário.

O diagnóstico é clinico através da palpação do tecido, e busca da causa de base, se preciso com exames complementares. O tratamento deve ser baseado nos achados dos exames e se mesmo após tratar a causa não houver regressão do tecido, pode ser feito cirurgia para a retirada do mesmo.

2 – Fibroadenoma:

- PUBLICIDADE -

Tumor benigno mais da mama, acometendo mulheres entre 20-35 anos. Seus sinais e sintomas são nódulos de consistência elástica, moveis, variando de 2 a 3 cm. Durante a gravidez esse nódulos podem, eventualmente, se tornarem dolorosos.  Não apresenta risco aumentado para neoplasia maligna.

O diagnóstico é feito através da Punção por agulha fina. Já o tratamento depende da idade da paciente e o tamanho da lesão.

3 – Tumor Filoide:

São tumores muito volumosos, que podem atingir 15 cm, encontrados mais frequentemente em mulheres maduras (40-50 anos). Esse tumor pode se comportar como um Fibroadenoma gigante, localmente agressivos podendo levar a uma fibrose local. Ou podem se comportar como um tumor maligno que pode apresentar metástase a distância.

O diagnóstico é feito através de exames como raio x, e biopsia entre outros que podem se fazer necessário, variando caso a caso.

O tratamento inclui ressecção do tumor com margens de segurança para evitar recidivas.

4 – Papiloma:

Ultra-sonografia

Trata-se de um tumor localizado dentro dos ductos lactíferos (local por onde o leite materno passa). Pode ser solitário ou múltiplo, podem ser detectáveis ou não ao exame manual.  Independente da forma, o que é importante nesse tipo de tumor é a possibilidade dele se tornar maligno.  O diagnóstico pode ser feito através de exames complementares como a Ultra-sonografia da mama. O tratamento é cirúrgico, retirando-se toda a lesão.



PUBLICIDADES


One Response para o texto: “GINECOMASTIA – FIBROADENOMA – TUMOR FILÓIDE – PAPILOMA | Doenças da Mama”

  1. rose andrad disse:

    eu tenho 46 anos e sinto muita dor nos dois seios mas passo a mão e não sinto carroço , antes eu sentia dor uns 15 dias antes da menstruação agora é todos os dias não posso ficar um minuto sem sutiã q dói muito ate na hora de dormir depende o jeito q deito na cama . Eu sou solteira e não nunca engravidei

Deixe um Comentário

Antes de enviar seu Comentário, faça o cálculo abaixo: * Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.

Powered by WordPress | Designed by: Best SUV | Thanks to Toyota SUV, Ford SUV and Best Truck