HALITOSE | Mau Hálito

Por: Gilberto Frota | Texto Aprovado pelo Conselho Médico do MediFoco
Atualizado em 27/08/2012

PUBLICIDADE
Mau hálito

 

O que é?

O mau hálito é caracterizado pelo cheiro desagradável que sai da boca, normalmente o indivíduo que possui halitose não o percebe. A principal causa deste distúrbio se encontra na cavidade oral, onde temos uma grande quantidade de bactérias que podem causar o mau hálito, principalmente em pessoas com má higienização e conservação dentária.

Causas do Mau Hálito:

– Higiene bucal deficiente- devido restos alimentares, placas bacterianas e tártaro, estas situações provocam fermentação ou putrefação dos constituintes orgânicos bucais;
– Higiene mal feita da dentadura artificial ou outras próteses;
Gengivite;
– Lesões abertas de cárie, com partículas alimentares impactadas;
– Lesões dos tecidos moles da boca com ulceração, hemorragia;
Tabagismo;
– Ingestão de alimentos e bebidas fortemente aromatizados;
– Tumores da boca ou esôfago;
– Língua Saburrosa ou  língua branca, ocorre um deposito de resíduos alimentares entre as papilas linguais, levando ao mau cheiro;
– Xerostomia – boca seca;
– Amigdalites – inflamação das amígdalas;
– Sinusite;
– Acidose diabética.

- PUBLICIDADE -

Sinais e Sintomas:

Em geral os pacientes com halitose não percebem o odor desagradável de seu hálito. Em geral o odor e percebido pelos familiares.

Teste para determinar a origem do odor fétido:

Pedir ao paciente que respire ora pela boca e ora pelo nariz:

A) se o ar expirado (que assopra para fora) pelo nariz é fétido e o expirado pela boca não, a causa encontra-se acima do palato (céu da boca) pode ser rinite ou sinusite.

B) se o ar expirado pela boca é fétido e o expirado pelo nariz é menos fétido, a causa é na boca (gengivite, periodontite , estomatite, cárie, língua saburrosa).

C) se os dois ares expirados forem igualmente fétidos, a causa reside na faringe (amigdalite, faringite crônica), no aparelho respiratório (traqueíte, bronquite, abscesso, bronquiectasia, gangrena pulmonar) e nos distúrbios metabólicos e sistêmicos.

Tratamento:

– Higiene da boca e dentes rigorosa;
– Remoção do tártaro e placas bacterianas (feito pelo dentista);
– Tratar as outras causas, para isso ir ao médico.



PUBLICIDADES


Deixe um Comentário

Antes de enviar seu Comentário, faça o cálculo abaixo: * Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.

Powered by WordPress | Designed by: Best SUV | Thanks to Toyota SUV, Ford SUV and Best Truck