HIPERÊMESE GRAVÍDICA – VÔMITOS NA GRAVIDEZ

Por: Dra. Alyssa Montoro Françoso | Texto Aprovado pelo Conselho Médico do MediFoco
Atualizado em 18/04/2012

PUBLICIDADE
Vômitos na gravidez

 

O que é a Hiperêmese Gravídica?

Condição clínica onde a gestante apresenta vômitos freqüentes e abundantes que repercutem no seu estado nutricional e no equilíbrio de eletrólitos.  Geralmente ocorre entre 6 a 12 semanas de gestação, dificilmente ultrapassando 20 semanas. Existe também a forma clínica de vômitos tardios da gravidez, que se iniciam após as 20 semanas de gestação.

 

 

 

Causas:

– Fatores psicológicos (estresse durante a gestação)
– Alta taxa hormonal durante a gravidez
– Alteração no sistema nervoso autônomo

Fatores de Risco:

São fatores que aumentam a probabilidade de ocorrer esta condição clínica.

– Cheiros fortes (agradáveis ou desagradáveis)
– Sabor ou visão de certos alimentos
Obesidade
– Gestação com mais de um feto
– Alteração hepática
Hipertireoidismo (elevados índices de hormônios da tireóide)
– Hiperparatireoidismo (elevados índices de hormônios das paratireóides)

- PUBLICIDADE -

Sinais e Sintomas:

– Náuseas e vômitos freqüentes e abundantes
– Perda de peso excessiva
– Diminuição do volume urinário
– Desidratação
– Elevada sensibilidade para cheiros
– Alteração no paladar
– Acidose (alteração do ph do organismo para níveis mais baixos)
– Hipovolemia (diminuição do volume total corporal)
– Doença hemorrágica da retina

Diagnóstico:

A comprovação diagnóstica se dá pela clínica.

Tratamento:

– Suporte psicológico
– Repouso
– Evitar alimentos com condimento e frituras
– Ingerir líquidos em pequena quantidade e em curtos intervalos
– Casos graves – suspender alimentação pela boca e iniciar administração de antieméticos (medicamentos que previnem o vômito)
– Reidratar a gestante

Prognóstico:

Favorável, quando o peso da gestante se mantém acima de 95% do peso anterior a gravidez. Se perda ponderal maior que 5%, pode ocorrer retardo de crescimento e anormalidades no feto. Na retinopatia hemorrágica a taxa de mortalidade é alta. Em casos graves pode se observar a presença de lesão hepática. É uma doença autolimitada (melhora com o passar do tempo).



PUBLICIDADES


Deixe um Comentário

Antes de enviar seu Comentário, faça o cálculo abaixo: * Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.

Powered by WordPress | Designed by: Best SUV | Thanks to Toyota SUV, Ford SUV and Best Truck