HIPERTERMIA – INTERMAÇÃO – AUMENTO DA TEMPERATURA CORPORAL

Por: Gilberto Frota | Texto Aprovado pelo Conselho Médico do MediFoco
Atualizado em 13/08/2012

PUBLICIDADE
Hipertermia

 

O que é?

Síndrome provocada por exposição excessiva ao calor com desidratação, perda de eletrólitos e falência dos termorreguladores corporais.

INSOLAÇÃO é uma síndrome decorrente da perturbação abrubta dos mecanismos de termorregulação que se manifesta por temperatura corporal elevada (> ou igual 40 graus Celsius) e depressão do sistema nervoso central.

Mais freqüente em crianças e idosos.

OBSERVAÇÃO à HIPERTERMIA MALIGNA – não está relacionada a intermação e insolação. É uma síndrome miopática hipermetabólica induzida por estresse ou agentes químicos que se manifesta por aumento súbito da temperatura corporal, contrações musculares, acidose metabólica e arritmias ventriculares. Pode ocorrer durante indução anestésica.

CAUSAS:

– Exposição direta e prolongada aos raios solares;
– Permanência em ambiente muito quente;
– Deficiência de mecanismos de dissipação de calor do corporal.

FATORES DE RISCO:

– Atividade física rigorosa em ambiente quente e sem ventilação;
– Adaptação inadequada ao calor;
– Condicionamento físico adequado;
– Desidratação e depleção de eletrólitos;
Obesidade;
– Doenças febris ou gastrointestinais agudas;
Diabetes;
Hipertensão arterial;
– Abuso de bebidas alcoólicas ou de outras substâncias tóxicas.

SINAIS E SINTOMAS:

- PUBLICIDADE -

– Cefaléia;
– Fadiga, Letargia, fraqueza;
Tontura;
– Sede intensa;
– Náusea e vômito;
– Mialgias, cãibras;
– Sudorese profusa;
Taquicardia, hipotensão arterial;
– Parestesias;
Pele quente, seca e ruborizada;
– Agitação;
– Confusão, desorientação;
– Coma;
– Temperatura corporal elevada.

DIAGNÓSTICO DIFERENCIAL:

– Doenças febris;
– Sepse;
– Perda de líquidos provocada por medicamentos;
– Intoxicação aguda por cocaína.

EXAMES COMPLEMENTARES:

– Hemograma à hemoconcentração;
– Dosagem de eletólitos à hiponatremia, hipocloremia;
– Creatina à Normal ou aumentada;
– Ureia e Creatinina à Normais ou aumentadas;
– Enzimas hepáticas à Normais ou aumentadas.

COMPROVAÇÃO DIAGNÓSTICA:

Dados clínicos que o paciente apresentar.

COMPLICAÇÕES:

– Arritmias cardíacas, Infarto agudo do miocárdio;
– Edema pulmonar, síndrome de angústia respiratória do adulto (SARA);
Insuficiência renal aguda;
– Rabdomiólise;
Coagulação intravascular disseminada;
– Necrose hepatocelular;
– Coma, convulsões.

COMO CUIDAR DO PACIENTE:

– Remover o paciente do local se este estiver superaquecido;
– Repouso com pernas elevadas;
– Retirar as roupas;
– Resfriamento ativo (compressas molhadas com água, ventilador);
– Evitar cafeína e bebidas alcoólicas;
– Reposição hidroeletrolítica.

EVOLUÇÃO E PROGNÓSTICO:

– Recuperação em 24/48 horas, na maioria dos casos, quando não ocorre alteração das funções mentais e os níveis séricos de enzimas não estiverem aumentados.
– Complicações cardíacas alteram a evolução e o prognóstico.



PUBLICIDADES


Deixe um Comentário

Antes de enviar seu Comentário, faça o cálculo abaixo: * Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.

Powered by WordPress | Designed by: Best SUV | Thanks to Toyota SUV, Ford SUV and Best Truck