HIPERTROFIA DE ADENOIDES | O que é? – Sintomas

Por: Iramar Greco | Texto Aprovado pelo Conselho Médico do MediFoco
Atualizado em 04/08/2017

PUBLICIDADE

Para entendermos o que é a hipertrofia de adenoides, primeiramente é importante sabermos o que é a adenoide. Afinal, é muito comum as pessoas acreditarem que adenoide é um tipo de doença, mas não é.

As adenoides são duas glândulas que, junto com as amídalas compõem o sistema imunológico e são a primeira frente de defesa do organismo contra germes, bactérias e vírus. Elas também produzem anticorpos e ajudam no combate de infecções.

As adenoides são comuns a todos os humanos durante a primeira infância; elas crescem a partir dos dois anos e começam a diminuir dos sete anos em diante. Essas glândulas, não visíveis a olho nu, estão localizadas em uma região chamada rinofaringe, que fica na parte de trás do nariz, acima da garganta. Nas criança que apresentam episódios frequentes de inflamação nas amídalas, essas ocorrências podem afetar o funcionamento normal das adenoides . Por isso, os problemas nessas glândulas são mais comuns durante a infância.

O que é a hipertrofia de adenoides?

A chamada hipertrofia de adenoides, conhecida como “carne esponjosa”, ocorre quando as glândulas crescem demais e dificultam a passagem de ar pelo nariz, forçando a respiração pela boca.

Outro problema é a adenoidite que é provocada por infecções viral ou bacteriana. A adenoidite, quando não tratada adequadamente, pode transformar as adenoides em um foco de bactérias e provocar outros problemas respiratórios como a sinusite crônica e a renite persistente.

- PUBLICIDADE -

Sintomas da hipertrofia de adenoides:

A hipertrofia de adenoides apresenta os seguintes sintomas: respiração unicamente pela boca, o que pode prejudicar o desenvolvimento da arcada dentária e da musculatura do rosto; voz anasalada, coriza e secreção nasal, sensação de ouvido tampado, ronco, apneia do sono, baixo controle do sistema urinário, agitação, irritabilidade e pouca concentração; além de uma maior propensão a doenças pulmonares e alérgicas.

Os sinais de adenoidite são febre, tosse seca, secreção amarelada no nariz, perda temporária do olfato, mau hálito e dificuldade para comer. Quando os episódios são muito frequentes, ocorre a chamada adenoidite de repetição.

Como saber se tenho algum alteração nas adenoides?

Nos casos de suspeita de problemas nas adenoides, deve-se consultar um otorrinolaringologista. O diagnóstico leva em conta o histórico do paciente e o resultado de exames específicos. Entre esses exames estão:

  • rinoscopia, realizada no próprio consultório e que possibilita a visão interna do nariz;
  • endoscopia nasal, feita em laboratório especializado e que permite a visualização da fossa nasal e da garganta;
  • raio x e tomografia dos seios da face que permitem avaliar a dimensão da obstrução respiratória provocada pela hipertrofia de adenoides.

Tratamento da hipertrofia de adenoides:

Nos casos de hipertrofia muito severa, quando as glândulas cresceram demais obstruindo acentuadamente a respiração através do nariz, o médico pode indicar a retirada das adenoides. A cirurgia é simples e, normalmente, no mesmo ato há também a remoção das amídalas. O ato cirúrgico não compromete o sistema de defesa do aparelho respiratório.

PUBLICIDADES


Deixe um Comentário

Antes de enviar seu Comentário, faça o cálculo abaixo: * Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.

Medifoco - O Nosso Foco é a sua Saúde