JOANETE | Causas – Sintomas – Prevenção – Tratamento

Por: Iramar Greco | Texto Aprovado pelo Conselho Médico do MediFoco
Atualizado em 26/04/2016

PUBLICIDADE
Joanete

 

Ele é antiestético, incômodo, dolorido e pode dificultar o simples ato de andar. Estamos falando do joanete, nome popular da deformidade do hálux valgo. É aquela saliência óssea que se forma na articulação de base do pé e projeta o osso para fora, desviando o dedão em direção ao segundo dedo.

O joanete não é um osso que cresceu ou surgiu; é uma alteração provocada por um desalinhamento entre os ossos e articulações dos dedos dos pés. Essa deformidade pode prejudicar a pisada e mudar a base de apoio do pé; isso sobrecarrega o segundo dedo e compromete a distribuição do peso nos pés, prejudicando várias articulações do corpo. Além disso, a pele da região tende a ficar avermelhada, muito mais sensível e dolorida.

Causas:

O joanete atinge muito mais as mulheres adultas e, em muitos casos é um problema genético, passado de gerações para gerações. Outros fatores que podem provocar ou agravar o problema são:

  • doenças reumáticas como artrite;
  • problemas neurológicos como AVC, trauma medular, paralisia cerebral;
  • pé chato, fragilidade de ligamentos e tendões, anatomia anormal dos ossos dos pés;
  • sapatos de bico fino, apertados ou de salto muito alto.

Sintomas:

O principal sinal do joanete é o osso saliente na região do dedão do pé; outros sintomas provocados pela deformidade são:

  • dor persistente ou intermitente na região;
  • dificuldade de movimento do dedão do pé;
  • formação de calosidades na planta dos pés;
  • pele grossa na base do dedão;
  • dificuldade em achar sapatos que sirvam corretamente.

Prevenção:

O joanete é um problema de difícil solução; a mais radical é a cirurgia. Mas, é possível prevenir o surgimento da deformidade ou evitar sua evolução. Para isso bastam algumas atitudes simples:

- PUBLICIDADE -
  • atenção na hora da compra de um calçado; ele deve ser macio, acomodar confortavelmente o pé para que haja uma distribuição adequada do peso do corpo e os dedos não devem tocar a ponta do sapato;
  • evite usar o mesmo sapato, ou tênis, por dias seguidos para que não haja atrito sempre no mesmo ponto dos pés;
  • se possível, ande descalço, especialmente em terrenos irregulares como a areia das praias; isso fortalece as articulações e os dedos dos pés;
  • ao perceber qualquer anormalidade, procure um ortopedista; somente ele pode prescrever um tratamento e, se for o caso, receitar palmilhas ou outros corretivos ortopédicos que evitem o agravamento ou a evolução do problema.

Como é tratada a um joanete?

  • O uso de sapato especial (ortopédico) para alinhar e apoiar o seu dedo do pé durante o dia;
  • O uso da tala durante a noite enquanto você dorme pode corrigir o desvio.

Se você tem dor ou dificuldade para caminhar, o seu médico pode encaminhá-lo a um cirurgião especializado. Há muitos tipos diferentes de cirurgia para realinhar o dedo do pé e remover a colisão óssea de um joanete.



PUBLICIDADES


Deixe um Comentário

Antes de enviar seu Comentário, faça o cálculo abaixo: * Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.

Powered by WordPress | Designed by: Best SUV | Thanks to Toyota SUV, Ford SUV and Best Truck