LÚPUS ERITEMATOSO SISTÊMICO

Por: Maria Paula de Almeida Pereira Lobo | Texto Aprovado pelo Conselho Médico do MediFoco
Atualizado em 28/07/2012

PUBLICIDADE
Lúpus Eritematoso Sistêmico

 

Definição:

O lúpus é uma doença auto-imune, onde o próprio sistema imunológico do doente provoca a autodestruição de: articulações, tendões, pele e outros órgãos e tecido conjuntivo. Ele faz com que o sistema imunológico crie anticorpos que atacam as células e os tecidos saudáveis do corpo.

Causas:

A causa do lúpus é desconhecida. Os pesquisadores acreditam que ele possa ser uma combinação de:

– Fatores genéticos
– Fatores ambientais, que podem incluir:
– Luz do sol (raios UV)
– Stress
– Infecção viral ou de outro tipo
– Induzida por medicamentos (metildopa , procainamida , hidralazina , isoniazida , clorpromazina , medicamentos bloqueadores de TNF)

Fatores de risco:

Esses fatores de risco aumentam suas chances de desenvolver lúpus. Informe seu médico se tiver qualquer um destes fatores de risco:

– Sexo: proporção de mulheres para homens: 10:1
– Idade: idade fértil (20 a 45 anos)
– Raça: afro-americanos, indígenas americanos, asiáticos e hispânicos

Sinais e Sintomas:

Os sintomas podem ser leves ou muito graves. Em algumas pessoas, somente parte do corpo (p. ex., a pele) é afetada. Em outros, muitas partes são afetadas. Embora os sintomas possam ser crônicos, sua deflagração e melhoria ocorrem repentinamente.

Sintomas comuns:

– Articulações inchadas e/ou doloridas
– Febre
– Brotoejas nas áreas da pele expostas à luz do sol (especialmente no nariz e nas bochechas)
– Fadiga extrema

Locais comuns de brotoejas do lúpus:

As brotoejas faciais em forma de borboleta são a marca característica do lúpus.

Outros sintomas incluem:

– Perda de cabelo
Dor no peito, tosse com sangue, falta de ar, dificuldade de respirar
– Inflamação nos rins
– Pressão alta
Anemia ou outros distúrbios do sangue
– Sensibilidade à luz do sol
– Fenômeno de Raynaud
– Úlceras no nariz ou na boca
– Glândulas inchadas
– Dores de cabeça
Tontura
– Ataques epiléticos
– Derrame
– Coração, vasos sangüíneos ou membranas em torno do coração inflamados
– Coágulos no sangue

- PUBLICIDADE -

Diagnóstico:

O médico perguntará a você sobre seus sintomas e histórico médico e familiar. Além disso, ele fará um exame físico. O diagnóstico tem como base os sintomas, especialmente em mulheres jovens. Não há um exame único para determinar se você tem lúpus. Mas vários exames de sangue para anticorpos específicos podem confirmar o diagnóstico.

Tratamento:

O tratamento depende dos sintomas.

Medicamento:

Medicamentos para sintomas leves:

– Aspirina ou medicamentos antiinflamatórios não-esteróides (AINEs) para aliviar a dor nas articulações
– Acetaminofeno (Tylenol) para aliviar a dor nas articulações
– Hidroxicloroquina ou cloroquina para aliviar a dor nas articulações, fadiga, queda de cabelo e brotoejas (Observação: são recomendados exames regulares dos olhos enquanto você estiver tomando esses medicamentos).
– Corticosteróides tópicos para brotoejas

Entre os medicamentos para sintomas graves estão:

– Corticosteróides orais e intravenosos para controlar e limitar a inflamação nos rins, cérebro, pulmões e coração, bem como em casos de anemia grave
– Medicamentos imunossupressores para suprimir o sistema auto-imune do corpo
– Micofenolato, azatioprina e ciclofosfamida para doença renal ou outros problemas que ameacem a vida ou outros órgãos
– Rituximab para doença refratária

Transplante e diálise:

Você pode considerar fazer transplante e diálise se tiver insuficiência renal em estágio terminal.

Prevenção:

Não é possível prevenir o lúpus, pois a causa é desconhecida.

Para prevenir os sintomas repentinos:

– Faça exames preventivos regulares.
– Trate toda e qualquer infecção de modo rápido e intenso.
– Evite exposição ao sol e use proteção solar , bem como roupas para proteção quando estiver ao ar livre .
– Tenha uma dieta saudável, pobre em gordura saturada e rica em cereais integrais , frutas e vegetais .
– Limite o stress emocional .
– Descanse o suficiente .
– Exercite-se moderadamente (de acordo com o que sua condição permitir) com a permissão do médico.
– Entre em contato com o seu médico se tiver uma crise.
– Evite pílulas anticoncepcionais, especialmente se teve coágulo no sangue.



PUBLICIDADES


Deixe um Comentário

Antes de enviar seu Comentário, faça o cálculo abaixo: * Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.

Powered by WordPress | Designed by: Best SUV | Thanks to Toyota SUV, Ford SUV and Best Truck