MENSTRUAÇÃO EM EXCESSO – SANGRAMENTO INTENSO

Por: Tiago Zenero | Texto Aprovado pelo Conselho Médico do MediFoco
Atualizado em 08/09/2015

PUBLICIDADE

 

Durante o ciclo menstrual, a mulher perde em torno de 35 a 40 ml de sangue, o equivalente a duas ou três colheres de sopa. Há mulheres, contudo, que perdem muito mais sangue do que isso na menstruação, caso conhecido como menorragia.

A perda de grande quantidade de sangue no período menstrual – mais de 80 ml, o equivalente a cinco ou seis colheres de sopa – pode levar a problemas sérios para a saúde da mulher.

Causas e sintomas

Há várias causas para o sangramento menstrual intenso ou prolongado, as mais comuns incluem: não ovular uma vez por mês, fator chamado de anovulação; apresentar tecido do útero anormal, com pólipos, miomas ou adenomiose; apresentar tendência a hemorragias.

Quanto aos sintomas, eles incluem: sangramento por mais de sete dias; necessidade de usar mais de um absorvente de uma só vez devido à intensidade do sangramento; necessidade de trocar o absorvente durante a noite; coágulos sanguíneos maiores que 2,5 cm.; anemia ferropriva, causada pela baixa quantidade de ferro no sangue.

Diagnóstico e tratamento

Os sangramentos intensos podem ser graves e até mesmo fatais, por isso, se a mulher apresentar os sintomas acima, ela deve procurar ajuda médica para que o especialista faça o diagnóstico.

Na consulta médica, o médico provavelmente irá pedir um exame físico que inclua exame pélvico. O profissional pode também recomendar outros testes dependendo dos resultados obtidos no exame.

Caso seja observado quadro de anemia, é essencial o exame de sangue, o qual também pode revelar outros distúrbios. A ultrassonografia pélvica, feita por ondas sonoras, cria uma imagem do útero e dos ovários, para que pólipos endometriais ou miomas sejam identificados. Se o médico achar necessário, ele também pode realizar biópsia do endométrio ou histeroscopia, com o auxílio de um pequeno telescópio para observar dentro do útero.

- PUBLICIDADE -

Depois de detectada a causa do sangramento intenso durante a menstruação, o médico irá avaliar o melhor tratamento para o distúrbio. O especialista também deve levar em consideração questões como: a necessidade da mulher em evitar a gravidez e o desejo de ter filhos no futuro.

Tendo em vista as preferências da paciente, o médico deve sugerir o tratamento com um ou mais medicamentos. Caso esses remédios não sejam suficientes para reduzir o sangramento, a mulher pode optar pela opção cirúrgica.

Procedimento Cirúrgico

A cirurgia é indicada logo de primeira opção quando a mulher apresenta algum tumor no útero, para que esse seja removido, o que deve reduzir o sangramento intenso ou até mesmo acabar com o sangramento menstrual.

Outro procedimento cirúrgico inclui a ablação do endométrio, que consiste na remoção da maior parte do útero. Isso, contudo, não é recomendado para aquelas mulheres que ainda desejam ser mães.

Uma terceira opção de cirurgia é a histerectomia, uma operação que remove todo o útero. Esse tratamento cura o sangramento, porém pode trazer algumas complicações e exigir semanas para a recuperação da paciente. A gravidez fica impossibilitada após a remoção do útero.

É importante lembrar que os médicos consideram os procedimentos cirúrgicos uma boa opção apenas depois de os medicamentos não terem funcionado de maneira adequada, pois os riscos com uma cirurgia são muito maiores, assim como as complicações e o tempo de recuperação.



PUBLICIDADES


One Response para o texto: “MENSTRUAÇÃO EM EXCESSO – SANGRAMENTO INTENSO”

  1. Jesiel disse:

    Minha mulher está com sangramento varginal a um mês .a ginecologista dela já passou o exame pra ela fazer que se chama endoscopia com biópsia só que nunca para de sangrar qual deve ser o motivo de não parar de sangrar?

Deixe um Comentário

Antes de enviar seu Comentário, faça o cálculo abaixo: * Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.

Powered by WordPress | Designed by: Best SUV | Thanks to Toyota SUV, Ford SUV and Best Truck