O QUE É O COMA?

Por: Clara Isabela Pereira | Texto Aprovado pelo Conselho Médico do MediFoco
Atualizado em 16/01/2013

PUBLICIDADE
Coma

 

A consciência é definida como o perfeito estado de conhecimento de si próprio e do ambiente. Ela pode ser avaliada pelo seu nível e pelo seu conteúdo. Nível de consciência é o estado de alerta comportamental e conteúdo é a soma de todas as funções cognitivas e afetivas do ser humano.

O comprometimento dos mecanismos funcionais normais da consciência acarreta alterações mais ou menos profundas do estado de consciência. Lesões corticais do cérebro restritas provocam alterações do conteúdo da consciência, mas somente lesões extensas e difusas do córtex causam comprometimento do nível de consciência.

COMA é o estado em que o indivíduo não demonstra conhecimento de si próprio e do ambiente, caracterizado pela extrema Comadiminuição ou ausência do nível de alerta comportamental, permanecendo não responsivo a estímulos internos e externos e com os olhos fechados, e que decorre de disfunção ou lesão da formação reticular ativadora ascendente, do córtex ou de ambas. A permanência dos olhos fechados é uma condição clássica para a definição do estado de coma, apesar de rara possibilidade de situações em que coexistam todas as características do coma e os olhos abertos.

- PUBLICIDADE -

Em relação ao nível de consciência, o paciente pode apresentar-se vigil, ou seja, mantém-se em alerta e com os olhos abertos espontaneamente; sonolento, encontra-se com os olhos fechados, fica alerta aos estímulos e volta a fechar os  olhos pouco tempo após a suspensão dos estímulos; ou torporoso, quando se mantém alerta somente com estímulos vigorosos e contínuos.

Em relação ao conteúdo da consciência, o paciente pode apresentar-se lúcido, em confusão mental, em delírio ou em demência. A confusão mental é caracterizada por desorientação e perda do nexo no discurso. O delírio é representado por desorientação associada à irritabilidade, ansiedade e alucinações. Demência é um estado de declínio global das funções cognitivas.

Causas dos estados de depressão da consciência e do COMA:

Existem inúmeras causas de alterações do estado da consciência, dentre elas podemos destacar: hemorragias, abscessos cerebrais, traumatismo craniano, doença pulmonar, anemia, hipotensão arterial, hipoglicemia, desnutrição, hipo ou hipertireoidismo, intoxicação exógena, meningite, encefalite e crises convulsivas.

Abordagem geral ao paciente em COMA:

Deve-se implementar medidas de suporte de vida,incluindo vias aéreas, intubação,cateter vesical, veia central e controle da pressão arterial e sinais vitais, seguidas de oxigenação adequada, tiamina e glicose. Posteriormente, o paciente deve ser submetido à tomografia de crânio, exame do líquido cefalorraquidiano, avaliação toxicometabólica e tratamento específico para cada situação.



PUBLICIDADES


Deixe um Comentário

Antes de enviar seu Comentário, faça o cálculo abaixo: * Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.

Powered by WordPress | Designed by: Best SUV | Thanks to Toyota SUV, Ford SUV and Best Truck