Ômega 3

ÔMEGA 3 | Benefícios e Riscos

Há alguns anos o ômega 3 vem ganhando adeptos e a propagação de ser um dos grandes aliados da boa saúde fez surgir no mercado uma quantidade expressiva de suplementos que lota as prateleiras de drogarias e lojas de produtos naturais. Mas, você sabe o que é ômega 3, quais os seus reais benefícios para a saúde e as contraindicações?

O ômega 3 é um conjunto de ácidos graxos da família dos poli-insaturados e sua composição contém três tipos diferentes: o alfa-linolênico (ALA), o eicosapentaenoico (EPA) e o docosahexaenóico (DHA). Esses ácidos, que atuam na proteção da saúde cardiovascular e das funções cerebrais, não são produzidos por nosso organismo e só podem ser obtidos através da alimentação ou de suplementos especiais.

Leia mais »

Cistos nos ovários

CISTOS NOS OVÁRIOS | Principais causas

O cisto é uma membrana, uma espécie de bolsa, com acúmulo de liquido ou semilíquido em seu interior e pode surgir em qualquer parte do corpo humano. No caso dos cistos nos ovários, eles aparecem dentro ou na superfície do ovário. O cisto no ovário é bastante comum em mulheres em idade fértil, que vai da puberdade à menopausa; quando é pequeno muitas vezes passa desapercebido por não apresentar sintomas e pode desaparecer espontaneamente em pouco tempo.

- PUBLICIDADE -

Leia mais »

Reposição hormonal na menopausa

REPOSIÇÃO HORMONAL NA MENOPAUSA | Riscos e Indicações

Menopausa é a fase na vida da mulher quando terminam os ciclos menstruais. Neste momento, os ovários param de liberar os óvulos e de produzir os hormônios estrogênio e progesterona. A menopausa geralmente ocorre entre as idades de 45 e 55 anos, sendo a idade média de 51 anos. Neste momento poderá ser iniciada a reposição hormonal na menopausa.

Leia mais »

FASCITE PLANTAR | O que é? Causas – Sintomas – Prevenção

A dor aparece pela manhã, logo ao levantar da cama, colocar os pés no chão e dar os primeiros passos. Atinge o meio da sola do pé e pode chegar ao calcanhar; é pior no início da caminhada, mas melhora com o tempo. Pode aparecer também à noite ou após longos períodos em pé. O nome desse problema, um dos mais comuns que atingem os pés, é fascite plantar.

Neste texto iremos explicar o que é a fascite plantar, quais são as suas causas, sintomas e forma de prevenção.

Leia mais »

SARCOPENIA

Os músculos são os responsáveis pelos movimentos e estabilidade do nosso esqueleto e atingem o seu pico de força entre os 20 e 30 anos de idade, além de representarem entre 40% e 50% do nosso peso total.

Mas, com o passar dos anos nosso organismo vai perdendo massa, força e qualidade muscular num processo involuntário, gradual e progressivo que a medicina chama de Sarcopenia.

Leia mais »

TOMOGRAFIA DE COERÊNCIA ÓPTICA – OCT

A Tomografia de Coerência Óptica, conhecida como OCT, é o que há de mais moderno para o diagnóstico preciso de algumas doenças oftalmológicas. O exame, de alta tecnologia e não invasivo, é o único capaz de detalhar minuciosamente, e em três dimensões, a retina e o nervo óptico.

Leia mais »

TOMOGRAFIA COMPUTADORIZADA | O que é? Para que serve?

A Tomografia computadorizada surgiu na década de 1970, e é considerada um grande avanço da medicina diagnóstica. Trata-se de um exame de raio X mais sofisticado e preciso do que o convencional, que ‘fotografa’ partes internas do nosso corpo que, depois, são processadas por um computador. Simples, rápido e indolor, o exame produz imagens em alta definição e em três planos diferentes: transversal (em ‘fatias’), coronal (de frente) e sagital (de lado).

Leia mais »

PTH – PARATORMÔNIO | Exame de Sangue

O paratormônio, mais conhecido como PTH, é um hormônio biologicamente ativo produzido pelas glândulas paratireóides e secretado na circulação sanguínea. É um dos principais hormônios que controlam os níveis sanguíneos do cálcio e do fosfato.

Ações do PTH  –  Os principais efeitos do paratormônio são: elevação do cálcio do sangue, eliminação de fosfato pela urina e produção do hormônio calcitriol.

Leia mais »

QUAL A MELHOR DIETA PARA A MANUTENÇÃO DO PESO PERDIDO?

É importante para o indivíduo com excesso de peso entender que alcançar e manter a perda de peso é dificultada pela redução do gasto energético que é induzida pelo emagrecimento, ou seja, conforme perdemos peso o nosso metabolismo também se reduz. Com a redução do metabolismo, teremos que ingerir menos calorias para não retornar ao peso inicial.

Leia mais »

COMER POUCO PODE RETARDAR O ENVELHECIMENTO?

A restrição calórica prolonga a vida e retarda as doenças crônicas relacionadas à idade em uma variedade de espécies, incluindo ratos, camundongos, peixes, moscas, vermes e leveduras. O mecanismo ou os mecanismos através dos quais isso ocorre não são claros.

Em alguns estudos, mas não em todos, a restrição calórica a longo prazo, prolongou a vida de roedores e primatas não humanos, mas o impacto da restrição calórica na longevidade em humanos ainda é desconhecido.

Leia mais »

Medifoco - O Nosso Foco é a sua Saúde