PTH – PARATORMÔNIO | Exame de Sangue

Por: Dr. Eduardo Machado de Carvalho | Texto Aprovado pelo Conselho Médico do MediFoco
Atualizado em 25/07/2017

PUBLICIDADE

O paratormônio, mais conhecido como PTH, é um hormônio biologicamente ativo produzido pelas glândulas paratireóides e secretado na circulação sanguínea. É um dos principais hormônios que controlam os níveis sanguíneos do cálcio e do fosfato.

Ações do PTH  –  Os principais efeitos do paratormônio são: elevação do cálcio do sangue, eliminação de fosfato pela urina e produção do hormônio calcitriol.

Fiz exames de sangue e o PTH está aumentado (elevado/alto), o que significa?

O aumento do paratormônio significa que o indivíduo tem hiperparatireoidismo. De uma forma geral, o hiperparatireoidismo pode ser primário, quando a própria glândula produz de forma independente um excesso do hormônio e pode ser secundário, quando existe alguma outra alteração orgânica que esteja causando o hiperparatireoidismo. A causa mais comum de hiperparatireoidismo primário é o adenoma de paratireóide e os exemplos mais comuns de hiperparatireoidismo secundário são: deficiência de vitamina D, insuficiência renal, hipercalciúria (eliminação aumentada de cálcio na urina).

- PUBLICIDADE -

Fiz exames de sangue e o PTH está diminuído/baixo, o que significa?

Quando temos a diminuição do paratormônio, estamos diante do hipoparatireoidismo. O hipoparatireoidismo ocorre quando há destruição das glândulas paratireóides, podendo ser através de uma doença auto-imune, através de um procedimento cirúrgico, desenvolvimento anormal da glândula, alteração na regulação da produção de hormônio ou alteração da ação do paratormônio. Sendo que neste último caso, o paratormônio poderá estar até mesmo aumentado.

A principal consequência do hipoparatireoidismo é a queda do cálcio no sangue (hipocalcemia). A hipocalcemia devido o hipoparatireoidismo pode estar associada a diversas manifestações clínicas, variando de poucos sintomas, se houver hipocalcemia leve, até convulsões com risco de vida, insuficiência cardíaca ou laringoespasmo em casos mais graves.

PUBLICIDADES


Deixe um Comentário

Antes de enviar seu Comentário, faça o cálculo abaixo: * Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.

Medifoco - O Nosso Foco é a sua Saúde