PRÉ-NATAL | Como, quando e por que fazer?

Por: Tiago Zenero | Texto Aprovado pelo Conselho Médico do MediFoco
Atualizado em 18/12/2014

PUBLICIDADE
Pré Natal

 

Durante a gravidez, antes do parto, a mulher deve tomar algumas precauções com a sua própria saúde e a saúde do seu futuro bebê. Tais cuidados médicos chamam-se pré-natal e devem incluir: atenção sobre nutrição, atividade física, trabalho e queixas comuns da gravidez, monitoramento da saúde da mulher e do bebê para verificar se o crescimento do feto está saudável, instruções sobre a gravidez e o trabalho de parto, e testes para verificar as condições de saúde do futuro bebê.

Primeira pré-natal

No primeiro pré-natal, o especialista deve fazer uma recapitulação do histórico médico da gestante para determinar: se o feto pode enfrentar algum problema de saúde e também a melhor maneira de fazer da gravidez o mais saudável e seguro possível.

Para isso, o especialista necessita realizar um exame espéculo, o qual consiste na introdução de um dispositivo de metal ou de plástico, chamado de espéculo, na vagina para poder observar o colo do útero.

Outros testes também podem incluir: exames de urina e de sangue; amostra de células do útero, que são retiradas com um cotonete; realização do ultrassom, que utiliza ondas sonoras para criar imagens do feto.

Outras consultas pré-natais

O que acontece nas próximas consultas pré-natais vai depender de diversos fatores, como o país onde a mulher vive, o médico que a acompanha e, principalmente, o estado de saúde dela e do desenvolvimento do feto.

- PUBLICIDADE -

Mesmo assim, há alguns procedimentos que são padrões. Entre eles, estão: questionamento sobre os sintomas da gravidez; verificação da pressão arterial e do peso; medição do tamanho do útero; monitoramento da batida do coração do feto a partir da 12ª semana de gravidez; teste de açucares e proteínas na urina; averiguação de possíveis movimentos do futuro bebê no útero, geralmente a partir da 20ª semana de gestação; checagem da posição do bebê no útero nos três últimos meses de gravidez.

Outros testes que complementam o pré-natal

Junto com o procedimento básico do pré-natal, o médico pode pedir que as mulheres realizem outros exames, os quais podem incluir: verificação de diabetes através de coleta de sangue; averiguação de condições infecciosas no sangue, como anemia ou outras doenças que possam prejudicar o bebê; realização de testes para checar a existência de defeitos congênitos ou problemas que o bebê pode vir a ter quando nascer; testes com o corrimento vaginal também para verificar e evitar infecções.

Quantas vezes ir ao médico durante a gestação

A frequência com que a mulher deve visitar o médico depende do tipo de gravidez. Se for uma gravidez de risco, por exemplo, as visitas devem ser mais frequentes. Também, à medida que se aproxima a hora do nascimento do bebê, as visitas devem ser feitas em um espaço de tempo menor. Um cronograma mais básico e geral devem ser o seguinte:

– Uma visita por mês até a 28ª semana de gravidez;

– Uma visita a cada duas ou três semanas da 28ª a 36ª semana de gestação;

– Uma vez por semana da 36ª semana até o dia do parto.



PUBLICIDADES


Deixe um Comentário

Antes de enviar seu Comentário, faça o cálculo abaixo: * Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.

Powered by WordPress | Designed by: Best SUV | Thanks to Toyota SUV, Ford SUV and Best Truck