RUGAS | Causas – Cuidados e Tratamentos

Por: Tiago Zenero | Texto Aprovado pelo Conselho Médico do MediFoco
Atualizado em 22/04/2014

PUBLICIDADE

Rugas são pregas ou vinhos que se formam na pele humana em um processo de envelhecimento da pessoa. Existem dois tipos de rugas: as de expressão e as de envelhecimento.

A primeira acontece em decorrência da repetição em excesso de determinado movimento facial. Assim, com o passar do tempo, ocorre o afrouxamento da musculatura, o qual, com o auxílio da gravidade, forma a ruga. Um exemplo seria marcas faciais como ao rugir a testa.

Já as de envelhecimento são um processo natural da pele e, apesar de nada poder ser feito para evitá-las, existem fatores ambientais que contribuem para aumentar a velocidade do processo.

Causas e cuidados:

As rugas, apesar de serem natural do envelhecimento da pele, têm algumas causas que influenciam na velocidade de seu processo. A principal delas é a questão genética. Assim, se as rugas são comuns entre os idosos de uma família, provavelmente elas aparecerão nas próximas gerações.

Além disso, exposição ao sol em excesso sem os cuidados necessários, como o uso de protetor solar, pode levar à formação não apenas de rugas permanentes, mas também de aumento na pigmentação, manchas na pele e câncer de pele.

Outro fator ambiental que aumenta o aparecimento das rugas é a exposição à fumaça de cigarro. Portanto, não apenas fumantes sofrem com tal consequência, mas todos aqueles que entram em contato com a fumaça em geral.

A melhor maneira de se cuidar para retardar o aparecimento das rugas na pele é protegendo-se dos fatores ambientais. Portanto, o uso de protetor solar todas as vezes que houver exposição da pele ao sol é importantíssimo, assim como evitar fumar ou o contato direto com a fumaça do cigarro.

- PUBLICIDADE -

Alguns alimentos podem auxiliar a retardar o envelhecimento da pele e a combater a flacidez cutânea.  Dentre eles estão aqueles ricos em: carotenoides, como laranja, mamão, cenoura, damasco e vegetais escuros; flavonoides, como chá verde, frutas vermelhas, beterraba e berinjela; zinco, presente nos frutos do mar; vitaminas C e E;  isoflavonas, como a soja; selênio, como as castanhas; silício, presente nas aveias.

Tratamentos:

O tratamento ideal para as rugas deve ser sempre recomendado pelo dermatologista, mas há alguns deles que são os mais comuns e têm se mostrado mais eficazes.

Cremes antirrugas: existem três tipos, os cosméticos, os cosmecêuticos e os medicamentos. Enquanto os cosméticos apenas hidratam a pele e não alteram sua estrutura, os cosmecêuticos penetram mais na pele sem os efeitos adversos que podem acontecer no uso de medicamentos. Ambos são utilizados em pacientes com a pele sensível. Já entre os medicamentos, o mais famoso e indicado é o ácido retinoico.

Acupuntura: tal prática está relacionada a tratamentos orientais, os quais afirmam que o envelhecimento está ligado ao desequilíbrio do organismo. O ideal é usar o tratamento uma vez por semana, com duração de uma hora.

Ginástica facial: esses exercícios não vão fazer milagres na pele, mas além de não provocarem nenhum efeito colateral, atenuam as marcas mais profundas.

Toxina botulínica: a toxina atenua as rugas porque tem um efeito relaxante nos músculos, ou seja, paralisa a musculatura onde foi aplicada. Contudo, o efeito é temporário e exige reaplicação a cada seis meses, em média.

Laser: tal tratamento estimula a produção de colágeno e, portanto, dá um aspecto renovado à pele.

PUBLICIDADES


Deixe um Comentário

Antes de enviar seu Comentário, faça o cálculo abaixo: * Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.

Medifoco - O Nosso Foco é a sua Saúde