SARCOIDOSE | O que é?

Por: Clara Isabela Pereira | Texto Aprovado pelo Conselho Médico do MediFoco
Atualizado em 16/09/2012

PUBLICIDADE
Sarcoidose

 

Sarcoidose é uma doença inflamatória crônica caracterizada pela formação de granulomas não caseosos devido ao acúmulo de linfócitos e macrófagos, que afeta diversos órgãos, mas principalmente os pulmões. Acomete preferencialmente mulheres entre 20-40 anos, com um segundo pico por volta de 60 anos. Bastante rara em crianças e adolescentes e acomete mais não-fumantes do que fumantes.

Causa:

A sarcoidose ainda não tem uma causa definida, porém, acredita-se possa ser causada por algum agente infeccioso ou não, que seja transmissível pelo ar, devido ao fato de acometer preferencialmente áreas expostas.

Sinais Sintomas:

O paciente pode ser assintomático ou apresentar febre, astenia, anorexia, tosse, dispneia e desconforto retroesternal na fase aguda. Quando a doença se cronifica o paciente apresenta comprometimento em vários órgãos, podendo apresentar então, além dos sintomas da fase aguda, obstrução nasal, rouquidão, sibilos, adenopatia hilar bilateral e simétrica, eritema nodoso,  erupções maculopapulosas, discromias, nódulos subcutâneos, lacrimejamento, cefaleia, ataxia, disfunção cognitiva, fraqueza, convulsões, deformidades ósseas e artrite aguda.

- PUBLICIDADE -

Manifestações radiológicas:

Ao raio-x de tórax é visualizado adenopatia hilar com ou sem infiltrados no parênquima, infiltrado parenquimatoso e fibrose pulmonar. O padrão clássico geralmente é adenopatia hilar bilateral e simétrica.

Diagnóstico:

O diagnóstico é feito baseado nos sinais clínicos, na radiografia de tórax e na biópsia mostrando granulomas não caseosos. Deve ser suspeitado pela clínica e confirmado por exames complementares, sendo que o raio-x não pode ser usado como critério isolado para confirmação diagnóstica. O achado microscópico de uma granuloma define o diagnóstico.

Tratamento:

O tratamento é feito basicamente com corticoides, especialmente prednisona, na dosagem de 20 a 60mg/dia, dose única, que é gradualmente reduzida até atingir a dose de manutenção que deve ser mantida entre 5 a 10mg diários ou 10 a 20 mg em dias alternados.



PUBLICIDADES


Deixe um Comentário

Antes de enviar seu Comentário, faça o cálculo abaixo: * Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.

Powered by WordPress | Designed by: Best SUV | Thanks to Toyota SUV, Ford SUV and Best Truck