SEDENTARISMO E SUAS CONSEQUÊNCIAS

Por: Cássia Rocha | Texto Aprovado pelo Conselho Médico do MediFoco
Atualizado em 02/04/2015

PUBLICIDADE
Sedentarismo

 

O sedentarismo consiste na falta de exercícios físicos na rotina de um indivíduo. A grande maioria da população acredita que sua única consequência seja o aumento de peso, mas infelizmente não é assim. O sedentarismo pode ser a origem de doenças devastadoras para o organismo.

Na juventude, muitas vezes as pessoas não levam o sedentarismo a sério, pois as doenças podem demorar mais para se manifestar. Mas pode ter certeza de que em algum momento ele irá cobrar seu preço.

Obesidade

A consequência mais óbvia e normalmente a primeira a se manifestar é a obesidade, ou pelo menos um sobrepeso bastante incômodo. Quando a obesidade se instala, muitas outras condições a acompanham, como a diabetes, o aumento do colesterol, a hipertensão, entre outras.

Problemas cardiovasculares

O sedentarismo é inimigo do coração. Ele pode ser a origem de hipertensão, infarto ou até mesmo de um AVC, o popular derrame.

Atrofia muscular e problemas nas articulações

Normalmente a pessoa que é sedentária, além de não fazer nenhum exercício físico, costuma ficar horas na mesma posição. Com o tempo, os músculos podem se atrofiar e as articulações podem ficar comprometidas, e ela começa a sentir dificuldade para fazer certos movimentos, como dobrar as pernas, levantar os braços, etc.

Distúrbios do sono

O sono do sedentário também fica comprometido, pois quando algo não vai bem no organismo, o sono não acontece da maneira que deveria, principalmente se acompanhado de obesidade. Insônia e apnéia (quando a respiração é interrompida abruptamente durante o sono) são muito comuns.

Cansaço

- PUBLICIDADE -

O sedentário costuma se cansar até para andar dois quarteirões. Fica complicado fazer qualquer atividade simples do dia-a-dia que exija algum esforço físico, como andar na praia, brincar com os filhos, fazer compras no mercado, enfim, a vida começa a ficar complicada.

Síndrome metabólica

A síndrome metabólica é o conjunto das consequências negativas que o sedentarismo pode trazer: diabetes, aumento do colesterol, hipertensão e obesidade. Esse quadro é associado a doenças degenerativas, câncer, demência e depressão. Ou seja, é muito grave e precisa ser levado a sério.

Sedentarismo infantil

O sedentarismo infantil é extremamente perigoso, pois ele pode diminuir os hormônios do crescimento, causar problemas respiratórios e pressão alta, além de aumentar o risco de desenvolver câncer, doenças cardíacas, osteoporose e distúrbios de humor na idade adulta.

Como combater?

É tão simples combater o sedentarismo e poupar todos esses problemas, que é surpreendente como existem tantas pessoas que se deixam levar por ele por pura preguiça.

Tanto para o adulto quanto para a criança, basta começar com meia hora de exercícios físicos, ao menos cinco vezes por semana. Somente isso já tira o indivíduo do grupo dos sedentários. Com o tempo, pode-se aumentar aos poucos o tempo e a frequência, de acordo com a evolução de cada um.

Consulte um médico antes de iniciar sua atividade física para que ele avalie se há alguma restrição ou algum tipo de exercício mais indicado para o seu caso. Se estiver tudo bem, escolha a atividade que mais lhe dê prazer e que se encaixe melhor em sua rotina, pois isso é essencial para que não haja desistência.

Principalmente no caso das crianças, não force-as a fazer algo que não lhes agrade. Por exemplo: algumas crianças preferem esportes coletivos, como vôlei ou futebol. Outras preferem atividades mais individuais. Respeite isso.



PUBLICIDADES


Deixe um Comentário

Antes de enviar seu Comentário, faça o cálculo abaixo: * Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.

Powered by WordPress | Designed by: Best SUV | Thanks to Toyota SUV, Ford SUV and Best Truck