SOLUÇOS | Causas – Tratamento

Por: Clara Isabela Pereira | Texto Aprovado pelo Conselho Médico do MediFoco
Atualizado em 31/05/2013

PUBLICIDADE
Soluços

 

O soluço é a contração espasmódica e involuntária do diafragma, com fechamento abrupto da glote, interrompendo o fluxo de ar e produzindo um ruído característico. Bebês estão sujeitos a crises mais frequentes de soluço, uma vez que seu sistema nervoso ainda imaturo não atua adequadamente sobre o diafragma.

Causas e fatores de risco:

O soluço pode se benigno, caracterizado por crises passageiras e autolimitadas, que podem ocorrer por distensão do estômago provocada pela ingestão de grande quantidade de alimentos, de bebidas ou pela deglutição de ar.  Alguns pacientes apresentam soluço de causa desconhecida, outros podem apresentar por ingestão de bebidas alcoólicas, doenças do sistema nervoso central (como tumores do tronco cerebral, lesões vasculares e doença de Parkinson), irritação diafragmática (por neoplasias, pericardite, esplenomegalia, hepatomegalia, peritonite), faringite, laringite, lesões mediastinais e aneurismo aórtico, adenomegalia, infarto agudo do miocárdio, doenças pulmonares (pneumonia, câncer de pulmão), doenças esofágicas (esofagite de refluxo, acalasia, câncer do esôfago), doenças gástricas (úlcera, distensão gástrica, câncer de estômago), doenças hepáticas (hepatite, hepatoma), doenças pancreáticas (pancreatite,pseudocistos, câncer) doença intestinal inflamatória, colelitíase, colecistite, causas metabólicas (uremia, hiponatremia, gora, diabetes), procedimentos cirúrgicos abdominais e causa psicogênica.

Sinais e sintomas:

- PUBLICIDADE -

O paciente apresenta crises de soluço, em geral com duração de alguns segundos ou minutos. Episódios de soluço com duração superior a 24 horas sugerem alteração anatômica ou metabólica como causa.

Exames complementares:

A solicitação de exames complementares dependerá da causa que será investigada.

Comprovação diagnóstica:

O diagnóstico definitivo é baseado nos dados clínicos do paciente e nos exames complementares, de acordo com a causa.

Complicações:

O paciente pode apresentar incapacidade de alimentar-se, insônia, exaustão, deiscência de ferida cirúrgica e arritmias cardíacas.

Tratamento:Prender respiração - soluços

Deve-se tratar a causa subjacente. Prender a respiração e aumentar a pressão no diafragma, respirar dentro de um saco de papel, chupar gelo. Quando houver necessidade do tratamento medicamentoso pode-se utilizar o Baclofeno (via oral, 5 a 10 mg de 8 em 8 horas) ou a metoclopramida ( via oral, 5 a 10 mg de 6 em 6 horas) ou amitriptilina (via oral, 10 mg de 8 em 8 horas). Em casos graves usar Clorpromazina (endovenoso, 25 a 50 mg) ou Haloperidol (intramuscular, 2 a 12 mg).

Prognóstico:

Na maioria dos pacientes, os soluços cessam durante o sono. Em idosos podem indicar um problema grave.



PUBLICIDADES


One Response para o texto: “SOLUÇOS | Causas – Tratamento”

  1. Isadora disse:

    Bom dia.
    Tenho tido constantemente a cabeça e a testa quentes e a sensaçao de que ela estah pesada e inchada por dentro.
    Minha pressao arterial durante o inverno fica em torno de 14 ou 15 por 9 ou 10. No resto do tempo, eh normal – entre 12 e 13 por 8 ou 9. O cardiologista diz que nao tenho nenhuma cardiopatia. Urino normalmente: se bebo muito liquido, urino bastante.
    Por estas razoes parei de tomar medicamente diuretico para diminuir a pressao. Meus batimentos cardiacos estao em torno de 64 por minuto. Por isto, tambem diminui bastante o Propranolol 40 mg que me foi receitado por causa de taquicardia.
    Enfim, gostaria de saber quel profissional devo procurar para identificar esse peso e calor na cabeça.
    Agradeço alguma resposta.

Deixe um Comentário

Antes de enviar seu Comentário, faça o cálculo abaixo: * Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.

Powered by WordPress | Designed by: Best SUV | Thanks to Toyota SUV, Ford SUV and Best Truck