TROMBOSE | Sintomas – Tratamentos e Complicações

Por: Tiago Zenero | Texto Aprovado pelo Conselho Médico do MediFoco
Atualizado em 06/07/2014

PUBLICIDADE
Trombose

 

Quando acontece um corte no corpo humano, o normal é que após um pouco de sangramento, as plaquetas façam a coagulação através de um trombo, o qual serve apenas para bloquear o sangramento. Depois esse trombo é dissolvido, o vaso sanguíneo é recanalizado e a circulação volta ao normal.

Em algumas pessoas, contudo, graças a um distúrbio de hemostasia, acontece a formação de trombos em locais onde não há sangramentos. Essa doença é conhecida como trombose. Assim, o trombo pode se desprender dos vasos e circular junto com o sangue. Em alguns casos, ele causa entupimento e leva a sérias complicações.

Causas e sintomas:

A trombose pode ser originada por diversas causas, dentre elas estão: imobilidade provocada por prolongadas internações hospitalares; dificuldade de movimentação durante viagens longas em aviões e ônibus; terapia de reposição hormonal; uso de anticoncepcionais; varizes; cirurgias; cigarro.

A trombose geralmente acontece nos membros inferiores e ela pode ser assintomática. Contudo, em alguns casos é possível perceber sua ocorrência pelos seguintes sintomas: alterações na cor da pele em uma perna para um tom avermelhado; aumento de calor em uma das pernas; dor em uma perna; sensibilidade em uma perna; pele que parece quente ao toque; inchaço em uma perna; endurecimento da pele em uma das pernas.

Tratamentos e cuidados:

O médico deverá receitar um anticoagulante, o qual evitará que novos trombos se formem. O medicamento, contudo, não é capaz de dissolver os coágulos já existentes no sangue.

- PUBLICIDADE -

Dependendo do caso e do tipo de anticoagulante indicado, o paciente deverá permanecer no hospital, principalmente se for necessária a aplicação intravenosa da droga.

Meias de compressão para uma das pernas ou ambas delas dependendo do caso também são indicadas. Elas melhoram o fluxo sanguíneo e reduzem a possibilidade de formação de novos trombos, por isso é preciso fazer seu uso diariamente.

Em casos extremos, nos quais os medicamentos não fazem efeitos, o médico pode pedir uma cirurgia. Esse procedimento envolve a colocação de um filtro na maior veia do corpo para impedir que coágulos sanguíneos se desloquem para os pulmões e também a remoção de um coágulo sanguíneo grande da veia ou injeção de medicamentos trombolíticos.

Complicações da doença:

A trombose pode levar a outras doenças e causar algumas complicações. Isso acontece porque o coágulo sanguíneo pode desprender-se da perna e deslocar-se para os pulmões, levando a uma embolia pulmonar, ou para qualquer outra parte do corpo humano, podendo colocar sua vida em risco. O tratamento rápido da trombose ajuda a prevenir esse problema.

Já a síndrome pós-flebítica se refere a inchaço de longo tempo, conhecido como edema, na perna que teve a trombose venosa profunda. Isso pode levar a sérias alterações na coloração da pele e a dor intensa. Os sintomas podem ser notados imediatamente ou então se manifestarem depois de mais de um ano dependendo do caso.



PUBLICIDADES


Deixe um Comentário

Antes de enviar seu Comentário, faça o cálculo abaixo: * Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.

Powered by WordPress | Designed by: Best SUV | Thanks to Toyota SUV, Ford SUV and Best Truck