VARIZES | Causas – Sintomas e Tratamentos

Por: Tiago Zenero | Texto Aprovado pelo Conselho Médico do MediFoco
Atualizado em 06/07/2014

PUBLICIDADE
Varizes

 

As veias do corpo humano que levam o sangue dos membros inferiores de volta ao coração possuem, principalmente das pernas, pequenas válvulas para impedir que a gravidade leve o sangue de volta para baixo. Em alguns casos, contudo, tais válvulas apresentam mau funcionamento e, assim, o sangue fica empoçado nas veias, causando deformação, inchaço e dor. Tal fenômeno leva o nome de variz.

Causas:

O primeiro fator que pode causar varizes é a predisposição familiar, ou seja, a doença é passada geneticamente de geração em geração. Mulheres também são mais atingidas do que homens. A cada 3 mulheres com varizes, existe um homem com a doença. Isso acontece porque os hormônios femininos são responsáveis por diminuírem a força das paredes venosas. Por essa mesma razão, gravidez, menstruação e anticoncepcionais podem intensificar o aparecimento das varizes.

Idade e alguns hábitos também são fatores de risco. As primeiras varizes começam a aparecer na puberdade, quando as pernas dos meninos crescem e as meninas recebem maior carga hormonal. Quanto mais avançada a idade, menos colágeno as veias apresentam, o que resulta em uma maior dilatação dos vasos.

Quanto a hábitos que intensificam a doença, os principais são: posições que prejudiquem a circulação nos membros inferiores, como permanecer sentado ou de pé por muito tempo; obesidade e sedentarismo, os quais demandam maiores forças das pernas para realizar atividades.

Sintomas:

Os sintomas devem começar com dores nas pernas. Muitas vezes o paciente sente sobrepeso e um aspecto de ardor nos membros inferiores. Isso acontece porque há aumento na pressão venosa.

- PUBLICIDADE -

Com o agravamento da doença, há a questão estética, já que a perna apresenta veias saltadas na coloração púrpuro-azulada. Além disso, em alguns pontos, acontece um processo de distrofia tissular, a qual causa uma reação inflamatória com endurecimento cutâneo e do tecido subcutâneo.

Caso o paciente não busque tratamento, a variz pode se intensificar ainda mais, causando outros danos. Nessas situações, há geralmente o desenvolvimento de um processo ulceroso que pode se prolongar por anos.

Tratamentos e cuidados:

O tratamento depende da intensidade da variz. Geralmente, a remoção das veias comprometidas pode ser feito através de uma cirurgia simples. O médico deverá fazer incisões para retirar as veias afetadas e depois proteger a perna com bandagens. Apesar do procedimento não ser complicado, a recuperação pode exigir que o paciente permaneça no hospital durante algumas semanas.

Para quem não gosta de cirurgias, há uma outra possibilidade de tratamento para as varizes superficiais. Especialistas podem injetar certos medicamentos para necrosar as veias e evitar assim a condução do sangue por elas. Tal tratamento, contudo, não é indicado para varizes profundas e requer de duas a três aplicações para obter resultado.

Para evitar as varizes, ou minimizar os sintomas, os médicos fazem algumas recomendações, as principais delas são: evitar ficar de pé, parado na mesma posição, por muito tempo; elevar as pernas acima do nível do coração diversas vezes ao dia; utilizar meias elásticas, logo cedo, antes mesmo de levantar da cama; andar a pé e fazer caminhadas constantemente.



PUBLICIDADES


Deixe um Comentário

Antes de enviar seu Comentário, faça o cálculo abaixo: * Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.

Powered by WordPress | Designed by: Best SUV | Thanks to Toyota SUV, Ford SUV and Best Truck