PRESBIOPIA | O que é – Sintomas – Tratamento – Prevenção

Por: Iramar Greco | Texto Aprovado pelo Conselho Médico do MediFoco
Atualizado em 26/04/2019

PUBLICIDADE

Não tem jeito, a partir de uma certa idade todas as pessoas começam a ter dificuldade para ver as coisas de perto. As letras impressas, seja em um livro, jornal, revista, rótulo de produtos ou bula, parecem cada vez menores e as imagens, meio desfocadas. Esses são sinais de presbiopia, a popular vista cansada.

Esse distúrbio de visão começa a se desenvolver, em algum grau, depois dos 40 anos e progride lentamente até os 60 anos. A presbiopia é uma consequência natural do envelhecimento. Com o passar do tempo, o cristalino – uma estrutura flexível semelhante a uma lente – começa a perder elasticidade e não consegue mais focalizar nitidamente imagens muito próximas, com isso, a visão de perto é prejudicada.

Além do envelhecimento, outros fatores podem provocar o surgimento precoce da presbiopia. Um deles é passar muito tempo com os olhos fixo em um mesmo ponto, em especial em telas brilhantes iguais às dos celulares e computadores. Algumas condições de saúde como anemia, diabetes, doenças cardiovasculares e esclerose múltipla também podem acelerar o processo. Outro fator que facilita a aparição do problema é o uso contínuo de alguns medicamentos como antidepressivos, diuréticos e os indicados no tratamento de insônia e ansiedade.

Sintomas da presbiopia

Os sinais mais comuns da presbiopia são: dificuldade em distinguir letras e imagens muito pequenas a uma distância normal, sendo necessário afastar o que se está lendo, além de visão borrada e desfocada, de perto. Outros sintomas são: dores de cabeça persistentes; dificuldade em enxergar com pouca luz; ardência, vermelhidão, ressecamento ou lacrimejamento dos olhos, e, em alguns casos, fotofobia.

Tratamento da presbiopia

Por se tratar de uma condição diretamente ligada ao envelhecimento a presbiopia não tem cura, mas pode ser estabilizada. Ela não provoca perda de visão, não é um grande risco à saúde, mas merece atenção porque a correção da visão está intimamente ligada a uma melhor qualidade de vida.

O ideal é que se procure um oftalmologista assim que os primeiros sintomas da presbiopia apareçam. Através de exames oculares minuciosos, o especialista consegue diagnosticar a condição e recomendar o melhor tratamento, com o uso de óculos, lentes de contato ou, dependendo do caso, cirurgia corretiva. Vale lembrar que só um oftalmologista pode receitar o grau correto dos óculos.

Prevenção da presbiopia

Não dá para evitar a presbiopia, mas há maneiras de retardar o seu avanço. Trabalhar ou ler em ambiente bem iluminado, evitar longos períodos à frente de uma tela de computador ou celular, piscar várias vezes seguidas para lubrificar os olhos e consultar um oftalmologista regularmente são algumas medidas que podem adiar o surgimento do problema.

PUBLICIDADES


Deixe um Comentário

Antes de enviar seu Comentário, faça o cálculo abaixo: *

Medifoco - O Nosso Foco é a sua Saúde