TIPOS DE PERSONALIDADE

Por: Carla Ciriani Pedroso | Texto Aprovado pelo Conselho Médico do MediFoco
Atualizado em 26/09/2012

PUBLICIDADE

A personalidade caracteriza-se por ser a forma básica e frequente de agir, pensar e sentir de uma pessoa.  Ou seja, é um conjunto de características comuns a um determinado grupo de pessoas.  É composta por três fatores: herança genética, experiências vividas e o modo como cada pessoa organiza mentalmente e dá significado àquilo que viveu.  O conhecimento da própria personalidade serve para auxiliar nas escolhas da vida, buscando pessoas semelhantes na vida profissional. Mas vale lembrar que é importante conviver com as pessoas que possuem características marcantes diferentes de nós. Vale lembrar que cada um é único e por isso todos deveram ter igual importância, valor e direitos.

Existem 16 tipos psicológicos constituídos por quatro critérios:

Extroversão x Introversão

Diz a respeito de como interagimos com o mundo, onde obtemos e dirigimos nossa energia. O extrovertido interage com outras pessoas e concentra a energia no mundo externo das coisas e pessoas.  Já o introvertido despende o tempo só e concentra no mundo interno das ideias e pensamentos.

Extroversão x Introversão

Descreve como as pessoas percebem e assimilam as informações. Os indivíduos sensoriais se predem a fatos e detalhes, são realistas e práticas. Já os intuitivos tentam entender as conexões, significados e implicações, caracterizando por ser mais imaginativas e criativas.

Pensamento x Sentimento

Relaciona a maneira como tomamos decisões e chegamos às conclusões. Os pensativos são objetivos, atuando com lógica e justiça, pontuando os prós e contras. Já os sentimentais baseiam as decisões nas implicações para os outros e como se sentem a respeito, atuando com empatia e harmonia (veem a exceção).

Julgamento x Percepção

Caracteriza pela escolha por uma vida organizada (tomando decisões) ou de maneira mais espontânea (assimilando informações). Os indivíduos julgadores são mais felizes após que as decisões foram tomadas, atitudes rápidas e facilmente tomadas. Já os perceptivos tendem a sentir ansiedade e insegurança para tomarem decisões, preferindo opções abertas.

A partir desses quatro critérios, é possível combiná-los entre si, com um elemento de cada tópico. A reunião dessas características de um determinado indivíduo pode ser nomeada de temperamento.

A minha personalidade é constituída pelos elementos: extrovertido, sensorial, racional e perceptivo. A característica mais marcante desse grupo é mobilizar forças e coordená-las quando se possui um objetivo claramente definido, prometendo eficácia nos objetivos visualizados. Com o fator da racionalidade, são preocupados com conceitos, idéias e teorias, buscam uma forma de utilizar os conhecimentos para impactar na vida das outras pessoas. Para isso, são abstratos na comunicação, escolhem o estudo da ciência, preocupam-se com a tecnologia, são pragmáticos, céticos, relativistas. Baseiam-se na auto-imagem em ser genial, autônomo e resoluto. Seriam calmos, se possível, confiam na razão e estão famintos por realizações. Apresentam forte e natural necessidade de trazer ordem e eficiência onde quer que estejam. Ou seja, tentam ao máximo explorar o potencial de pessoas e recursos, guiando-os em seu objetivo com desperdício mínimo de esforços e com progresso máximo. Assim, realizam otimização: menor desperdício de recursos humanos e materiais. Não conseguem não construir organizações e pressionar para implementar seus objetivos. Destacam-se nas posições de responsabilidade do trabalho gostam de estar no controle das coisas, aqueles resolutos e falantes.

PUBLICIDADES


One Response para o texto: “TIPOS DE PERSONALIDADE”

  1. Afonso Mauro Peres disse:

    Temos que nos conscientizar que estamos em um palco e representamos!!!!

Deixe um Comentário

Antes de enviar seu Comentário, faça o cálculo abaixo: *

Medifoco - O Nosso Foco é a sua Saúde